Cerca de 30 ataques contra ONGs registados no Mali

Ouvir /

Coordenadora humanitária da ONU no país condena aumento da violência; nesta semana, foi detonado um explosivo durante a noite na entrada do prédio de uma Organização Não-Governamental.

Coordenadora humanitária preocupada com o aumento da violência no Mali. Foto: ONU/Marco Dormino

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A coordenadora humanitária da ONU no Mali está a condenar o aumento da violência contra organizações humanitárias no país. Esta sexta-feira, Mbaranga Gasarabwe disse que desde o início do ano, houve pelo menos 30 ataques diretos contra estabelecimentos ou trabalhadores humanitários.

A maioria das ações ocorreu nos últimos meses. O exemplo mais recente foi esta semana, na madrugada de terça-feira para quarta-feira.

Violações

Foi detonado um explosivo na porta de um prédio que abriga o escritório de uma Organização Não-Governamental em Menaka, na região  nortenha de Gao.

Gasarabwe declarou que "ataques contra pessoal ou organizações humanitárias são exemplos de violações do direito internacional humanitário".

Segundo a representante da ONU, esses atos acabam a afectar principalmente as pessoas mais vulneráveis, que são beneficiadas pela ajuda fornecida por ONGs e agências.

Leia Mais:

Mulheres estão a liderar a recuperação do Mali

Níger acolhe recorde de refugiados malianos desde 2012

Ban: é preciso combater a impunidade dos crimes contra jornalistas 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031