Ban condena ataque terrorista que matou pelo menos 18 no Mali

Ouvir /

Três trabalhadores das Nações Unidas estavam entre os reféns em hotel atacado por terroristas;  funcionários foram retirados do local com segurança; ato foi reivindicado por grupos islamitas que incluem um ramo do al-Qaeda no Magrebe. 

Entre os reféns estavam três trabalhadores das Nações Unidas. Foto: Munusma/Mikado FM

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque. 

O secretário-geral das Nações Unidas condenou o ataque terrorista desta sexta-feira ao hotel Radisson Blu na capital maliana, Bamako.

Ban Ki-moon considerou o ato “terrível”, na nota que endereça condolências ao governo do Governo do Mali e às famílias dos que perderam a vida. O chefe da ONU desejou uma rápida recuperação aos feridos.

Forças Especiais

Relatos preliminares de agências de notícias apontam para 18 mortos após a invasão do edifício por homens armados que disparavam e gritavam. Para o local, foram destacadas forças especiais malianas que libertaram cerca de 170 pessoas.

O comunicado do chefe da ONU revela que a Missão das Nações Unidas no Mali, Minusma, apoiou as autoridades em ações para lidar com a crise.

Em Nova Iorque, o porta-voz de Ban Ki-moon falou a jornalistas sobre a crise. Stéphan Dujarric disse que entre os reféns estavam três trabalhadores das Nações Unidas, que foram retirados do local com segurança.

Progressos 

Na nota, o secretário-geral observa com preocupação que os ataques ocorrem num momento que considerou de bom progresso do processo de paz.

Os grupos que assinaram o acordo de paz e reconciliação, as coligações Coordenação dos Movimento de Azawad e Plataforma, estavam na capital maliana para participar numa reunião do Comité de Monitoramento do Acordo. No evento estariam igualmente o Governo do Mali e parceiros internacionais.

De acordo com os relatos das agências, o ataque teria sido reivindicado por um ramo do al-Qaeda no Magrebe Islâmico e um grupo associado, denominado al- Mourabitoun.

Leia Mais:

ONU envia segurança a hotel tomado por "terroristas" no Mali

Cerca de 30 ataques contra ONGs registados no Mali

Mulheres estão a liderar a recuperação do Mali

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031