Total de chegadas de migrantes no Mediterrâneo perto de atingir 600 mil

Ouvir /

Estimativa de recorde é da Organização Internacional para Migrações; desde janeiro, mais de 3,1 mil morreram na travessia; Sírios chegam à Europa pela Grécia, enquanto maioria que chega à Itália saiu da África.

Grupo de refugiados desembarca na ilha de Lesbos, na Grécia. Foto: Acnur/Achilleas Zavallis

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Internacional para Migrações, OIM, calcula que a chegada de migrantes à Europa via Mar Mediterrâneo está perto de atingir o recorde de 600 mil pessoas.

Desde janeiro, foram mais de 593 mil migrantes e refugiados que alcançaram Espanha, Grécia, Itália ou Malta. Durante a travessia pelo mar, mais de 3,1 mil pessoas morreram devido ao mau tempo ou problemas com embarcações usadas pelos traficantes, que geralmente estão superlotadas.

Africanos

A Itália registrou mais de 136 mil chegadas este ano, e em setembro, a maioria dos migrantes havia abandonado países africanos como Eritreia, Nigéria, Somália e Sudão.

Na sexta-feira, foi feita a primeira operação de realojamento apoiada pela União Europeia, 19 migrantes da Eritréia que estavam em Lampedusa  foram de avião para a Suécia.

Sírios

Apesar de milhares de sírios continuarem chegando à costa italiana todos os meses, a maioria está preferindo alcançar a Europa via Grécia. Entre janeiro e outubro do ano passado, o país havia recebido 31 mil migrantes.

Mas segundo autoridades gregas, neste ano o país já recebeu 450 mil migrantes e refugiados, sendo que mais de 277 mil eram da Síria, seguidos por civis do Afeganistão, do Iraque e do Paquistão.

Mapas

A OIM explica que a Grécia recebe mais pessoas que fogem de guerras e perseguição, enquanto na Itália as nacionalidades são mais misturadas, incluindo civis que fogem de conflitos, de governos opressores e da pobreza.

Como parte de seu trabalho de apoio à crise de migrantes, a OIM, agência parceira da ONU, lançou esta terça-feira um plataforma online que avalia "os complexos fluxos migratórios da África e do Oriente Médio para a Europa".

O site (http://migration.iom.int/europe) traz dados sobre escala, alcance e padrões das dinâmicas de migração no continente europeu, com mapas interativos que ajudam a criar um melhor entendimento visual da situação.

Sírios chegam à Europa pela Grécia, enquanto maioria que chega à Itália saiu da África. Mapa: Organização Internacional para as Migrações.

Leia Mais:

Guterres agradece a Grécia por receber refugiados e migrantes

Embarcações suspeitas que saem da costa da Líbia serão inspecionadas

Acnur acompanha transferência de primeiro grupo de refugiados na Europa

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031