Sul-africana entre vencedoras do Prémio Mulheres na Ciência da Unesco

Ouvir /

Imagem: Unesco sobre Prêmio Mulheres na Ciência.

Quarraisha Abdool Karim é professora na Escola de Medicina da Universidade KwaZulu- Natal, na África do Sul; cerimónia de premiação decorre em 24 de março de 2016, em Paris.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Fundação L’Oréal e a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, anunciaram as cinco vencedoras do Prémio Mulheres na Ciência.

Uma das laureadas é a sul-africana, Quarraisha Abdool Karim, professora na Escola de Medicina da Universidade KwaZulu-Natal, na África do Sul.

Combate ao HIV

Segundo o júri da premiação, a cientista foi escolhida pela sua "notável contribuição à prevenção e tratamento do HIV e infeções associadas, a melhorar muito a qualidade de vida das mulheres em África".

Outras vencedoras são as professoras Andrea Gamarnik e Hualan Chen que trabalham na Argentina e na China, respetivamente.

A francesa baseada na Alemnha, Emmanuelle Charpentier, e a professora Jennifer Doudna, dos Estados Unidos, também foram premiadas pelo trabalho conjunto sobre o genoma. Segundo o júri, "esta premiação histórica demonstra como a colaboração é essencial para inovação".

Internacional

Nomeadas por mais de 2,6 mil importantes cientistas, as cinco vencedoras foram, então, selecionadas por um júri independente de 13 proeminentes integrantes da comunidade científica internacional

A cerimónia decorre em 24 de março de 2016, em Paris. Cada laureada vai receber € 100.000 pela sua contribuição à ciência.

Leia Mais:

Cientista brasileira recebe prêmio da Unesco e da L’Oréal

Brasileira entre vencedoras de prêmio para Mulheres na Ciência

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031