Secretário-geral elogia reencontro de famílias das Coreias do Sul e do Norte

Ouvir /

Ban Ki-moon lembra que esse tipo de medida humanitátia precisa ser regularizado e não sujeito à considerações políticas; famílias separadas estão tendo a chance de retomar o contato até o dia 26.

Ban Ki-moon. Foto: ONU/Rick Bajornas

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral das Nações Unidas elogiou o reencontro de famílias separadas da Coreia do Norte e da Coreia do Sul. Mas segundo Ban Ki-moon, esse tipo de medida humanitária precisa ser regularizada e não pode estar sujeita à "segurança e considerações políticas".

De acordo com uma nota divulgada pelo porta-voz do chefe da ONU, os reencontros estão ocorrendo até a próxima segunda-feira, 26, no Monte Kumgang, na Coreia do Norte.

Reconciliação

Ban Ki-moon está otimista com o que considera ser uma "tendência positiva nas relações entre as Coreias".

Ele espera que o "momento atual crie o caminho para um diálogo ainda maior" entre os dois países, para o contato frente-a-frente entre as populações e para a reconciliação e a cooperação.

O secretário-geral reforçou seu apelo para a ampliação do diálogo entre os governos da Coreia do Norte e a Coreia do Sul, no sentindo de promover os direitos humanos, a paz e a estabilidade na Península Coreana.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031