ONU saúda compromisso para restaurar calma em locais sagrados em Jerusalém

Ouvir /

Secretário-geral saudou a declaração feita pelo primeiro-ministro israelense reitarando o compromisso de defender o status-quo de Haram al Sharif; local também é conhecido como Monte do Templo.

Ban Ki-moon. Foto: ONU/Rick Bajornas

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, saudou a declaração feita pelo primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu reiterando o compromisso de defender o status-quo de Haram al Sharif tanto em palavras como na prática.

O local também é conhecido como Monte do Templo. O chefe da ONU citou a afirmação do primeiro-ministro de que Israel não tem intenção de dividir os locais sagrados e respeita a importância do papel da Jordânia, como refletido no tratado de paz de 1994 entre os dois países, e do rei Abdullah II.

Segurança

Em nota, o secretário-geral também afirmou que o fortalecimento de acordos de segurança entre autoridades israelenses e jordanianas ajudaria a garantir que os visitantes "demonstrem respeito pela santidade do local sagrado".

Ban, que visitou a região na semana passada, afirmou esperar que o compromisso renovado "ponha um fim à retória de provocações que contribuiu para o aumento das tensões e da violência nas últimas semanas".

Solução de Dois Estados

Segundo o chefe da ONU "apenas restaurando a calma, todos os lados poderão reorientar suas ações para renovar a confiança e criar condições no local, na região e internacionalmente para negociações significativas".

Segundo o secretário-geral, essa é a forma de se "alcançar uma solução de dois Estados e de pôr fim à ocupação que começou em 1967".

Ban também expressou seu apreço pelas discussões que levaram ao compromisso renovado.

As conversas foram realizadas pelo secretário de Estado dos EUA, John Kerry, com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, o presidente palestino, Mahmoud Abbas, e o rei da Jordânia, Abdullah II.

Leia Mais:

Quarteto para o Oriente Médio preocupado com escalada das tensões | Rádio das Nações Unidas

Ban ficou muito perturbado com o que viu em Israel e na Palestina | Rádio das Nações Unidas

Eliasson diz que conflito no Oriente Médio entrou em fase perigosa | Rádio das Nações Unidas

Ban diz que “violência não é o caminho” para israelenses e palestinos | Rádio das Nações Unidas

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031