OMS pode declarar Serra Leoa livre do ebola em novembro

Ouvir /

Os dois últimos casos da doença detectados no país estão sendo monitorados; na Guiné a agência da ONU afirmou que está tratando de três pessoas na região de Kaliah.

Funcionários em centro de tratamento para o ebola, Serra Leoa. Foto: OMS/S. Aranda

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

A Organização Mundial da Saúde, OMS, afirmou que pode declarar Serra Leoa livre da transmissão do ebola em 7 de novembro se nenhum outro caso for registrado no país.

Os dois pacientes recentemente ligados às infecções completaram 24 dias de monitoramento nesta quinta-feira.

Guiné

De acordo com a agência da ONU, o segundo teste negativo nos pacientes em Serra Leoa foi confirmado no fim do mês passado.

Enquanto isso, três novas contaminações com o vírus foram confirmadas na Guiné, na semana passada. São todas de uma mesma família e vivem na região de Kaliah, no município de  Forecariah.

Doentes

A OMS informou que os pacientes são uma mulher de 25 anos que está grávida de sete meses, seu filho de 10 anos e uma filha de quatro.

A transmissão começou por uma menina que chegou à região em busca de tratamento junto a curandeiros, que também acabaram contaminados pela doença. Cerca de 364 pessoas estão sendo monitoradas em Conacri e Forecariah.

Desde o início do surto a Guiné, a Libéria e a Serra Leoa registraram 28.539 casos confirmados e 11.298 pessoas morreram.

*Apresentação: Edgard Júnior.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031