Novo relatório define terroristas como uma "ameaça global em evolução"

Ouvir /

Documento das Nações Unidas menciona 30 mil combatentes de mais de 100 países; medida de combate deve ser internacional, com controle de fronteiras e de propagandas nas redes sociais.

Atentado terrorista no Iraque. Imagem: IRIN

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Comitê de Combate ao Terrorismo do Conselho de Segurança divulgou esta terça-feira um relatório sobre o extremismo violento. O documento destaca que os terroristas são cada vez mais uma ameaça global.

Grupos como o Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil, estão adaptando suas táticas e agindo de maneira rápida. Na sede da ONU, em Nova York, o secretário-geral assistente do Comitê revelou que existem "30 mil terroristas estrangeiros de mais de 100 países".

Controle

Jean-Paul Laborde defende uma resposta global a essa ameaça e explicou que medidas regionais não vão funcionar. Para o especialista, é preciso, com urgência, aumentar os esforços internacionais para combater as ações dos extemistas.

Laborde destacou que vários países-membros da ONU já reforçaram o controle de suas fronteiras e estão prevenindo viagens de terroristas estrangeiros.

Redes Sociais

Ele mencionou também ações de empresas privadas, como o YouTube, que estão ajudando a combater a propaganda online e o recrutamento de mais combatentes por meio das redes sociais.

Mas apesar das iniciativas, o representante do Comitê afirmou que é ainda muito fácil para qualquer pessoa entrar numa organização terrorista ou viajar até uma zona de conflito e fazer contato com um recrutador terrorista.

Aeroportos

Uma maneira de combater a situação é reforçar a segurança nos aeroportos. O Conselho de Segurança adotou uma resolução obrigando as companhias aéreas a implementarem um sistema que permite detectar a chegada e a partida de prováveis terroristas.

Mas somente 51 países têm a tecnologia necessária para isso e apenas metade dessas nações já colocou o sistema em prática. Para o Comitê do Conselho de Segurança, a cooperação internacional precisa ser mais flexível e por isso os países precisam colocar em prática as resoluções do órgão.

Leia Mais:

Operações militares levam ONU a suspender ajuda humanitária na Síria

Rússia e Ocidente juntos na luta contra terrorismo na Síria

Conselho de Segurança discute combate ao terrorismo no Oriente Médio

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031