Milhões de crianças não podem ir à escola devido à violência no Iraque

Ouvir /

Unicef alerta que quase 2 milhões de crianças estão fora das salas de aula e 1,2 milhão estão à beira de abandonar os estudos; agência disse que mais de 5,3 mil escolas foram destruídas, danificadas ou estão servindo de abrigo para deslocados.

O Fundo para a Infância construiu 40 novas escolas e instalou 114 salas de aula pré-fabricadas por todo o país.  Foto: Dana Smillie / Banco Mundial

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, alertou que aproximadamente 2 milhões de crianças e adolescentes não podem ir a escola por causa da violência no Iraque.

A agência da ONU informou que no início do ano letivo, esta semana, mais 1,2 milhão de crianças estão à beira de abandonar as salas de aula.

Impacto

O representante do Unicef no Iraque, Peter Hawkins, afirmou que "é devastador o impacto do conflito, da violência e do deslocamento interno sobre a educação".

Segundo ele, "um grande número de crianças, incluindo até mesmo refugiadas da Síria, continuam enfrentando interrupções nos estudos". Hawkins disse que isso coloca o Iraque em risco de perder uma geração inteira devido ao conflito.

A agência explica que a violência contínua no país tem um impacto negativo no acesso das crianças à educação. Quase 1 milhão delas estão deslocadas e desse total, 70% já perderam o ano escolar.

Escolas Destruídas

Mais de 5,3 mil escolas por todo o país, aproximadamente 20% de todos os estabelecimentos de ensino, não podem ser usadas porque foram destruídas, danificadas ou transformadas em abrigos para famílias que perderam tudo.

O Unicef diz ainda que muitas estão sendo usadas também para fins militares por todas as partes envolvidas no conflito. Somente nesse último ano, foram registrados 67 ataques contra escolas e seus funcionários.

Dos colégios que ainda estão abertos, o que se vê é uma superlotação com 60 alunos em cada sala de aula e funcionando apenas por dois ou três dias na semana.

Professores

Para agravar a situação, quase 14 mil professores foram forçados a fugir por causa da violência.

O representante do Unicef afirmou que "é notável ver crianças e professores viajando longas distâncias, arriscando suas próprias vidas, para chegar a uma escola".

Como parte do plano de resposta do Unicef e de parceiros para a crise no Iraque, a agência conseguiu no último ano fornecer acesso à educação a quase 500 mil crianças.

O Fundo para a Infância construiu 40 novas escolas e instalou 114 salas de aula pré-fabricadas por todo o país. Criou 1,5 mil áreas de ensino para mais de 220 mil crianças deslocadas e distribuiu material didático para mais de 200 mil alunos.

A agência da ONU afirmou que para cobrir os custos das operações no Iraque até o fim do ano, vai precisar de US$ 68 milhões, o equivalente a R$ 280 milhões.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031