Conflitos de larga escala triplicaram desde 2008

Ouvir /

Afirmação foi feita pelo secretário-geral da ONU em reunião sobre Operações de Paz da ONU; com maior número de deslocados desde a 2ª Guerra Mundial, Ban Ki-moon pede mudanças na maneira de planejar operações, que precisam ser "mais rápidas e ágeis".

Ban Ki-moon acredita que é preciso, com urgência, renovar os investimentos financeiros nas operações de paz da ONU. Imagem: UN Photo/Basile Zoma

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

As operações de paz das Nações Unidas são tema de uma reunião da Assembleia Geral nesta segunda-feira. No encontro, o secretário-geral destacou que os desafios enfrentados pelas missões de paz e missões políticas vêm aumentando.

Ban Ki-moon explicou que é preciso, com urgência, renovar os investimentos financeiros nas operações de paz da ONU porque os motivos são claros:

Deslocados e Refugiados

Segundo Ban, os conflitos de larga escala triplicaram desde 2008, com mais de 60 milhões de pessoas que abandonaram suas casas, o maior número desde a 2ª Guerra Mundial.

O chefe da ONU lembrou que o extremismo violento só aumenta e as operações de paz precisam ser avaliadas pelos seus impactos na vida das pessoas. Ban Ki-moon afirmou que as missões da ONU não podem substituir estratégias políticas para acabar com conflitos.

Medidas

O secretário-geral afirmou que existem vários passos a serem seguidos pelo curso de um ano e meio. O primeiro é colocar prevenção e mediação no centro da paz internacional. Ban explicou que agir em antecipação pode salvar vidas e economizar dinheiro.

Ele também pediu uma mudança no modo como são conduzidas e planejadas as operações de paz da ONU, que precisam ser "mais rápidas e ágeis, para limitar as ações violentas e resolver conflitos".

Conduta Apropriada

Outra medida é ter sempre equipes militares e civis prontas para irem à região com rapidez e trabalharem de forma eficaz em ambientes difíceis. Segundo Ban, todos que servem as missões de paz da ONU precisam observar os mais altos níveis de conduta.

Ele disse "ser uma vergonha" que isso nem sempre acontece, e que eliminar os casos de exploração sexual precisa ser um trabalho conjunto da ONU e dos países.

Ban Ki-moon também quer parcerias mais fortes com tropas, polícias, organizações regionais e países-membros da ONU. Para ele, esses esforços podem ajudar a renovar os mecanismos de trabalho das Nações Unidas.

Leia Mais:

ONU condena ataque aéreo a hospital no Afeganistão

Para Gueterres, ignorar o Afeganistão seria "erro perigoso"

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031