Conferência no Senegal defende "transformação agrícola" em África

Ouvir /

Encontro é organizado pelo Banco de Desenvolvimento Africano e o governo do país; evento debate agricultura no continente e decorre até sexta-feira, 23 de outubro.

O encontro é organizado pelo Banco de Desenvolvimento Africano, Afdb, na sigla em inglês, e o governo do Senegal. Foto: Prohjeto AfDB/ Banco Mundial

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Representantes de diversos países estão em Dacar, no Senegal, para uma conferência sobre agricultura que, segundo o Banco de Desenvolvimento Africano, "promete render uma das iniciativas mais ousadas já tomadas sobre o desenvolvimento de África".

Cerca de 400 participantes incluem ministros de Finanças, Planeamento, Agricultura, Desenvolvimento Rural, Comércio e Indústria, assim como representantes de Bancos Centrais.

Sociedade Civil

Líderes empresariais, académicos, especialistas e representantes da sociedade civil também fazem parte do encontro.

A conferência Alimentando África começou esta quarta-feira e decorre até sexta-feira, 23 de outubro. Os participantes estão a debater a agricultura no continente.

O encontro é organizado pelo Banco de Desenvolvimento Africano, Afdb, na sigla em inglês, e o governo do Senegal.

Transformação Agrícola

O presidente do órgão, Akinwumi Adesina, definiu a transformação agrícola em África como uma das cinco prioridades na agenda do Banco nos próximos anos.

Os participantes do encontro vão rever os principais desafios para esta transformação, como articulados pelo chefe do Banco, como uma prioridade para a redução da pobreza e da fome, assim como para estimular o crescimento e a criação de empregos no continente.

Inconcebível

Segundo o Afdb, ao assumir o a cargo em setembro, Adesina afirmou ser "inconcebível que um continente com terra arável abundante, água, sol e riquezas agroecológicas diversas ser uma região importadora de alimentos".

Ele declarou ainda que África tem "65% de toda a terra arável do mundo, o que pode ajudar a atender as necessidades alimentares de 9 bilhões de pessoas no planeta até 2050".

Compromissos

De acordo com o Banco, a conferência em Dacar vai buscar fortes compromissos dos governos para tomar as medidas necessárias para a transformação agrícola em África.

O objetivo é transformar a agricultura no continente em um próspero negócio e a abastecer o continente de forma adequada a suas necessidades alimentares. Esta seria, ao mesmo tempo, capaz de servir a um mercado exportador lucrativo.

Leia Mais:

Especialistas em assuntos económicos discutem integração na África Central | Rádio das Nações Unidas

Evento discute integração de empresas africanas ao comércio internacional | Rádio das Nações Unidas

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031