Após tufão, Unicef faz apelo de US$ 2,8 milhões para Filipinas

Ouvir /

Desde domingo, país é atingindo por chuvas, ventos fortes e enchentes, que já mataram pelo menos 16 pessoas; preparação do governo minimizou impactos; dinheiro é necessário para kits de higiene, água, medicamentos e comida.

Já em 2013, o pais tinha sido atingido pelo super tufão Yolanda. Foto: ONU/Evan Schneider

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, está em alerta após a passagem do tufão Koppu nas Filipinas. Chuvas torrenciais e ventos fortes atingem o país desde domingo causando enchentes, deslizamentos de terra e queda de energia.

Segundo agências de notícias, pelo menos 16 pessoas morreram. O governo afirma que mais de 55,5 mil pessoas foram obrigadas a deixar suas casas e mais de 12 mil famílias estão em centros de refúgio provisórios.

Doenças

A prioridade do Unicef no momento é garantir que as crianças filipinas estejam seguras e protegidas, porque após o tufão aumentam os riscos de contaminação por água, falta de acesso à comida e de doenças como cólera, diarreia e pneumonia.

Outro objetivo é garantir que os menores possam retornar à escola o quanto antes. O Unicef já colocou à disposição suprimentos para 12 mil famílias, incluindo tabletes de purificação de água, kits de higiene, medicamentos, comida, tendas e geradores de energia.

Financiamento

Mas a agência da ONU precisa de US$ 2,8 milhões para reabastecer esse estoque. O tufão Koppu é o 12° a atingir as Filipinas neste ano. Cerca de 20 tufões passam pelo país por ano.

A chefe do Escritório da ONU para Redução do Risco de Desastres elogiou as Filipinas pelo esforço em reduzir o índice de mortalidade durante desastres naturais.

Prevenção

Segundo Margareta Wahlström, mais de 6 mil pessoas morreram após  a passagem do tufão Haiyan em novembro de 2013. Na avaliação dela, campanhas do governo foram eficazes para evitar outra tragédia no fim de semana.

A representante da ONU cita o pronunciamento público feito pelo presidente Benigno Aquino na sexta-feira, alertando a população sobre a chegada do tufão Koppu, além de medidas para retirar com antecedência pessoas das áreas que seriam mais afetadas.

Leia mais:

Entrevista: Unicef e apoio à água e saneamento em Angola

Unicef: falta de acesso à higiene pode pôr em perigo nova Agenda 2030

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031