ONU oferece US$ 1 milhão para iniciativa de energia sustentável

Ouvir /

Financiamento do Desa tem apoio de ONG chinesa; ONG We Care Solar vai receber o montante, em reconhecimento por seus projetos envolvendo energia solar; secretário-geral defende acesso universal a serviços modernos de energia.

ONG premiada lida com energia solar. Foto: ONU/Pasqual Gorriz

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas vão repassar US$ 1 milhão para a ONG We Care Solar, sediada na Califórnia. O prêmio reconhece a entidade por utilizar energia solar para fornecer comunicação, refrigeração para bancos de sangue e luz em países como Tanzânia, Nigéria, Somália e Filipinas.

O fundo "Fornecendo Energia para o Futuro que Queremos" é uma iniciativa do Departamento Econômico e Social da ONU, Desa, com o apoio do Comitê do Fundo de Energia da China, uma ONG baseada em Hong Kong.

Prioridades

O objetivo do financiamento é demonstrar como a energia "tem um papel central em promover progressos econômicos, sociais e ambientais", dentro do contexto do desenvolvimento sustentável.

Durante a apresentação da entidade vencedora, o secretário-geral da ONU destacou que o setor energético é prioridade para a organização, porque "conecta crescimento econômico, igualdade social, meio ambiente saudável e um clima estável".

Infância

Ban Ki-moon disse que a energia pode ajudar a reduzir a pobreza, melhorar a segurança alimentar e fornecer eletricidade para o setor da educação. Ele relembrou sua infância, num vilarejo na Coreia do Sul, onde não havia acesso à eletricidade e o secretário-geral estudava "à luz de velas ou com uma lâmpada de querosene".

Segundo o chefe da ONU, uma entre cinco pessoas do mundo continua sem acesso à eletricidade e mais de um terço da humanidade depende de madeira ou carvão para cozinhar e se aquecer.

Saúde

Os efeitos da poluição interna do ar matam, por ano, 4 milhões de pessoas, destacou Ban, por isso a ONU quer fazer com que a eletricidade esteja disponível para todas as pessoas do planeta.

O secretário-geral explicou que as Nações Unidas têm três objetivos até 2030: acesso universal aos serviços modernos de energia; dobrar a eficiência energética mundial e dobrar a quota de energias renováveis.

Essas metas fazem parte da Agenda 2030 e estão incluídas no Objetivo de Desenvolvimento Sustentável número 7, que pede acesso para todass a fontes de energia seguras, sustentáveis e modernas.

A nova agenda global terá 17 objetivos e será adotada pelos países-membros da ONU no fim deste mês.

 

 

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031