Nações Unidas celebram 40 anos de parceria em Moçambique

Ouvir /

A oferta de serviços básicos de saúde, educação e emprego aos jovens é uma das preocupações da organização no país; coordenadora-residente aborda apoio ao crescimento económico inclusivo e prosperidade.

Apoio à saúde da mulher e da criança. Foto: Unicef Moçambique

Ouri Pota da Rádio ONU em Maputo.

No âmbito da comemoração dos 40 anos da adesão de Moçambique à Organização das Nações Unidas, a Rádio ONU conversou com a coordenadora residente da ONU no país, Bettina Maas.

A representante afirma que o contributo da agência tem evoluído, tendo em conta os processos de desenvolvimento económico, social e político nacionais e globais.

Oportunidades

"O apoio às capacidades nacionais na prossecução dos objetivos internacionalmente aceites continuam a essência da nossa parceria através do trabalho conjunto de todas as agências, fundos e programas das Nações Unidas que operam no país. Continuamos comprometidos em maximizar as oportunidades e recursos existentes para este fim, isto tudo para objetivos nacionais".

Como prova de boa parceria, Bettina Maas, fala das áreas que recentemente receberam apoio das agências.

Estratégias

"Só nos últimos quatro anos, as Nações Unidas canalizaram uma média de 130 milhões de dólares americanos apoiando estratégias e sistemas efetivos nas áreas de segurança alimentar, proteção social, desminagem, saúde da mulher e da criança, educação, dados estatísticos, engajamento da juventude, mais e melhores empregos, igualdade de género e na resposta humanitária."

O sucesso do trabalho implementado pelas Nações Unidas em Moçambique deve-se a colaboração conjunta, daí o apelo da representante.

Plataforma

"Somente podemos estar alegres se todos os parceiros, governos, sociedade civil, meios de comunicação social e também a nível da comunidade nomeadamente se os líderes comunitários e religiosos trabalhem na mesma plataforma. Acho que daí as Nações Unidas estariam bem preparadas em facilitar e dar uma resposta comum à uma necessidade nacional."

Em Moçambique o sistema das Nações Unidas é composto por 22 agências entre residentes e não residentes, o que junta cerca de 500 funcionários nacionais e internacionais.

Nova Agenda

As Nações Unidas assinalam os 40 anos de sua presença em Moçambique numa altura em que a 70ª Assembleia Geral das Nações Unidas pretende adotar uma nova agenda para impulsionar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODS.

Foi a 16 de setembro de 1975 que Moçambique tornou-se membro da Organização das Nações Unidas, no decurso da 30ª sessão da Assembleia Geral. Na mesma ocasião da entrada de Moçambique na ONU foram igualmente admitidos Cabo Verde e São Tomé e Príncipe.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031