Na ONU, Brasil anuncia metas para combater mudança climática

Ouvir /

Uma dos objetivos é "chegar a uma redução de 43%" nas emissões de gases que causam o efeito estufa; anúncio foi feito pela presidente Dilma Rousseff, durante discurso neste domingo na Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável.

Dilma Rouseff na Assembleia Geral da ONU. Foto: Rádio ONU

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, discursou neste domingo na Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável e anunciou as medidas do país para o combate à mudança climática.

"Podem ficar certos de que a ambição continuará a pautar as nossas ações. Por isso, quero anunciar que será de 37% até 2025 a contribuição do Brasil para a redução das emissões de gases de efeito estufa. Para 2030, nossa ambição é chegar a uma redução de 43%".

Desmatamento

No discurso, ela afirmou que o ano base em ambos os casos é 2005. Entre as metas anunciadas pela presidente até 2030 estão: o fim do desmatamento ilegal, a restauração e o reflorestamento de 12 milhões de hectares e a recuperação de 15 milhões de hectares de pastagens degradadas.

Na área de energia, algumas das metas anunciadas foram o aumento de cerca de 10% na eficiência elétrica; a participação de 23% das fontes renováveis – eólica, solar e biomassa – na geração de energia elétrica; a participação de 66% da fonte hídrica na geração de eletricidade; e a garantia de 45% de fontes renováveis no total da matriz energética. A presidente mencionou que "no mundo a média é de apenas 13%".

"O Brasil, assim, contribui decisivamente para que o mundo possa atender as recomendações do Painel de Mudança do Clima que estabelece o limite máximo de 2 graus Celsius de aumento de temperatura neste nosso século. O Brasil é um dos poucos países em desenvolvimento a assumir uma meta absoluta de redução de emissões. Temos uma das maiores populações e PIB do mundo e nossas metas são tão ou mais ambiciosas que aquelas dos países desenvolvidos".

Cooperação Sul-Sul

Dilma falou ainda da importância da Cooperação Sul-Sul no esforço global de combater a mudança do clima.

A presidente do Brasil afirmou que "a Agenda 2030 desenha o futuro que queremos".  Para ela, "os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável reafirmam o preceito da Rio+20: que é possível crescer, incluir, conservar e proteger".

Leia Mais:

Discurso: Dilma Rousseff, Brasil 

Coletiva de Imprensa com Dilma Rousseff

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031