Entrevista: Guiné-Bissau e outros destaques da reunião ministerial da Cplp

Ouvir /

Hernâni Coelho. Foto: Rádio ONU/Eleutério Guevane

Ministros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp, advertiram às autoridades da Guiné-Bissau que “não é aconselhável deixar um Estado sem governo por longo período de tempo”.

As declarações foram feitas pelo ministro dos Negócios Estrangeiros de Timor-Leste, Hernâni Coelho, após uma cimeira informal com os seus homólogos dos Estados-membros do bloco.

Em entrevista à Rádio ONU, em Nova Iorque, Coelho disse que os chefes da diplomacia da Cplp apelaram ao entendimento entre os líderes da Guiné-Bissau “tendo como ponto central a população”.

Os nove países reconheceram que “não conseguiram responder a tempo às exigências que emergiram” durante a crise política de agosto.

No encontro realizado nas Nações Unidas, os governantes discutiram temas a serem abordados em 2016 na Cimeira Extraordinária de Ministros de Lisboa e na Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo a decorrer no Brasil.

Em relação à presidência rotativa da Cplp, atualmente a cargo de Timor-Leste, Hernâni Coelho disse que deve ser aproveitado o potencial de um relacionamento exclusivo no bloco para potencializar as economias dos países.

Duração: 14’58″

Compartilhe

Parte 1 Ouvir / Parte 2 Ouvir /
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031