Conselho de Segurança: "grave preocupação" com tensões em Jerusalém

Ouvir /

Países membros fizeram um apelo pela restauração da calma e pediram o "pleno respeito" à santidade de Haram Al-Sharif; local também é conhecido como Monte do Templo e é onde fica a Mesquita de al-Aqsa.

Reunião no Conselho de Segurança da ONU. Foto: ONU/Loey Felipe

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O Conselho de Segurança expressou grave preocupação em relação à escalada das tensões em Jerusalém, especialmente em torno do complexo de Haram Al-Sharif, incluindo confrontos recentes dentro e ao redor do local.

O lugar também é conhecido como Monte do Templo e é onde fica a Mesquita de Al-Aqsa. Os integrantes do órgão pediram o fim imediato da violência,   moderação e que se evite retórica e ações provocativas.

Lei Internacional

O Conselho de Segurança pediu ainda o "pleno respeito ao direito internacional", incluindo as leis internacionais humanitária e de direitos humanos, que podem ser aplicadas em Jerusalém.

O órgão fez um apelo a todos os lados que trabalhem juntos para reduzir as tensões e desencorajar a violência em locais sagrados em Jerusalém.

Os integrantes do Conselho fizeram um apelo pela restauração da calma e pediram o "pleno respeito" à santidade de Haram Al-Sharif. Eles mencionaram a importância do papel especial da Jordânia, de acordo com o tratado de paz de 1994 entre a nação e Israel, e encorajou maior cooperação entre os dois.

Perspectivas para Paz

O Conselho destacou que os muçulmanos devem ter condições de realizar seu culto em paz, sem violência, ameaças e provocações e que os visitantes não devem ter medo de violência e intimidação.

O órgão ressaltou também que visitantes e fiéis devem mostrar moderação e respeito pela santidade da área e pela manutenção do "status quo" histórico dos locais sagrados.

Os integrantes do Conselho pediram que sejam tomadas todas as medidas apropriadas para garantir o fim da violência, para evitar ações provocadoras e para que a situação retorne à normalidade de maneira que promova as perspectivas de paz no Oriente Médio entre israelenses e palestinos.

Coordenador da ONU

Na terça-feira, os representantes dos países que integram o Conselho de Segurança ouviram relatos do coordenador da ONU para o Processo de Paz no Oriente Médio.

Por videoconferência, Nickolay Mladenov voltou a expressar sua grave preocupação com a violência e os conflitos em locais sagrados de Jerusalém Oriental.

Ele fez referência ao episódio de domingo, quando policiais israelenses entraram na mesquita de Al-Aqsa alegando ser uma operação contra extremistas. A polícia de Israel afirma que houve reação das pessoas, e no Conselho de Segurança, Mladenov afirmou que 60 ficaram feridas.

Segundo ele, “esse padrão de conflito em Jerusalém Oriental” continuou nos dias seguintes.

Leia Mais:

Conselho de Segurança debate confrontos entre israelenses e palestinos

Enviado da ONU apela por respeito a locais sagrados em Jerusalém

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031