Chefe da ONU "profundamente triste" com morte de peregrinos perto de Meca

Ouvir /

Mais de 700 pessoas morreram nesta quinta-feira, primeiro do do Eid al-Adha; celebração marca o fim da temporada anual de peregrinação a Meca, conhecida como Hajj.

Ban Ki-moon. Foto: ONU/Rick Bajornas

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU ficou "profundamente entristecido" ao saber da morte de mais de 700 pessoas em peregrinação a Meca, na Arábia Saudita.

De acordo com agências de notícias mais 860 pessoas ficaram feridas durante um tumulto no vale de Mina .

Eid al-Adha

Em nota emitida por seu porta-voz, Ban Ki-moon afirmou que este "trágico incidente" é ainda mais perturbador pois aconteceu no primeiro dia do Eid al-Adha.

A celebração marca o fim da temporada anual de peregrinação a Meca, conhecida como Hajj.

O secretário-geral enviou suas sinceras condolências às famílias das vítimas e expressou solidariedade a todos os governos envolvidos.

Leia Mais:

Enviado da ONU apela por respeito a locais sagrados em Jerusalém

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031