Cavaco Silva defende maior “encontro de negócios” entre lusófonos

Ouvir /

Em entrevista exclusiva à Rádio ONU, presidente português citou cooperação com Angola como exemplo bem-sucedido de parceria entre nações da Cplp; aposta na cooperação económica marca presidência de Timor-Leste.

Cavaco Silva disse prever sucesso no reforço da cooperação económica na Cplp.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O presidente de Portugal declarou que o país continua empenhado a trabalhar para uma maior concertação a nível de negócios da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp.

Em entrevista à Rádio ONU, em Nova Iorque, Aníbal Cavaco Silva defendeu uma maior conexão empresarial entre as nações lusófonas.

Primeira Linha

“Nós queremos que os negócios em língua portuguesa cada vez mais se encontrem. Que empresários de cada eum destes países entrem em contacto uns com os outros para promover o desenvolvimento económico e social. Portugal estará sempre em primeira linha, e agora de acordo com a Agenda de Desenvolvimento Sustentável, no combate à pobreza que ainda possa existir nesses países de língua portuguesa em África no apoio à saúde, no apoio à educação e no apoio nos mais variados domínios.”

Potências

A aposta na cooperação económica na Cplp foi assumida por Timor-Leste, que preside o bloco até 2016.  O líder português disse que a comunidade atrai nações que incluem potências mundiais.

“As relações económicas são muto intensas. Basta dizer que Angola é o parceiro mais importante de Portugal fora da União Europeia. Mas Moçambique e todos os outros países são importantes nas relações económicas entre cada um destes nove países. Há cada vez mais países candidatos a observadores da comunidade de língua portuguesa. Na última cimeira, que teve lugar em Timor-Leste, o Japão tornou-se um membro observador da Cplp.”

Cavaco Silva disse prever sucesso na orientação do bloco, após destacar o facto de haver ganhos na cooperação dos Estados-membros em outras áreas  que incluem a economia.

Leia Mais:

Vídeo: Discurso Portugal

Portugal quer reconhecimento do português como língua oficial da ONU

Discurso: Aníbal Cavaco Silva, presidente de Portugal 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031