Ban: "Dia Internacional da Paz é marcado por mundo revirado por guerras"

Ouvir /

Secretário-geral afirmou que mesmo em democracias estáveis pessoas sofrem com crimes de ódio e violência; declaração foi feita durante cerimônia para tocar o sino da paz.

Ban Ki-moon em discurso na cerimônia do Dia Internacional da Paz. Foto: ONU/Rick Bajornas

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou esta segunda-feira que "o Dia Internacional da Paz está sendo marcado num mundo revirado por guerras".

Numa cerimônia especial na sede das Nações Unidas para marcar a data, Ban disse que "até mesmo em democracias estáveis, as pessoas sofrem com crimes de ódio e violência".

Pobreza

O chefe da ONU declarou que "as mulheres são atacadas simplesmente por causa de seu gênero. A pobreza é outra injustiça terrível".

Segundo ele, as crianças estão morrendo de desnutrição, mesmo num mundo com tanta comida.

Ban pediu a todos um momento de silêncio em memória dos que perderam a vida de maneira trágica.

Visão

O secretário-geral disse que "o som do Sino da Paz expressa a vontade da comunidade internacional de atingir a visão da Carta da ONU, que é o de livrar as futuras gerações do flagelo da guerra".

Ban pediu também a todos os grupos e facções em guerra que implementem um cessar-fogo global. Ele disse que isso talvez não seja possível hoje, mas que o mundo deve continuar pressionando por isso e exigindo a paz.

O chefe da ONU explicou que a cerimônia é muito significativa por causa do aniversário de 70 anos das Nações Unidas. Segundo ele, por sete décadas, a organização tem cumprido sua missão com orgulho, com alguns contratempos, mas com muitas vidas salvas.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031