Zeid condena pena de morte imposta a líder espiritual no Irã

Ouvir /

Mohammad Ali Taheri também é escritor e praticante de medicina alternativa; ele foi condenado por "corrupção na Terra"; alto-comissário de Direitos Humanos diz que uso da pena de morte no país é "problemático".

Zeid Al Hussein. Foto: Unifeed

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O alto comissário da ONU para os Direitos Humanos, Zeid Al Hussein, afirmou, esta quarta-feira, estar alarmado com a imposição da pena de morte a um líder espiritual no Irã.

Mohammad Ali Taheri é também escritor e praticante de medicina alternativa no Irã e em outros países. Ele foi sentenciado à pena de morte no sábado pela Corte Revolucionária, acusado de "corrupção na Terra".

Acusações

O representante da ONU declarou que o "uso da pena de morte no Irã tem sido problemático", com várias execuções impostas a crimes relacionados às drogas e também a pessoas que eram menores de 18 anos quando cometeram o crime.

Para Zeid, as acusações contra o iraniano foram "vagas" e o fato de Taheri ser colocado em prisão solitária e condenado à pena capital "colocam em evidência os sérios problemas da justiça no Irã e o preocupante uso da pena de morte no país".

Violação da Lei

O alto comissário lembra que por acordos internacionais assinados pelo Irã, a pena capital só deve ser aplicada em casos de crimes muito sérios, como assassinato intencional.

Zeid Al Hussein pede que as autoridades iranianas retirem a acusação contra Taheri e libertem o líder espiritual, já que a sentença de morte contra alguém que exercia a liberdade religiosa viola a lei internacional dos direitos humanos.

Segundo o alto comissário da ONU, apenas neste ano, o Irã já executou mais de 600 pessoas. No ano passado, 753 indivíduos condenados à pena de morte foram executados. Zeid pede ao país para que imponha imediatamente a moratória à pena capital.

Leia Mais:

Líbia: ONU preocupada com sentenças contra colaboradores de Kadafi

Relatores da ONU elogiam Zâmbia por comutar penas de morte de 332 pessoas

ONU elogia estado norte-americano do Nebraska por abolir pena de morte

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031