Unrwa declara aberto ano escolar para 500 mil estudantes no Oriente Médio

Ouvir /

Chefe da agência da ONU afirmou que alunos vão retornar às salas de aula de acordo com o plano; secretário-geral afirmou estar "aliviado" que a Unrwa poderá abrir seu ano escolar "garantindo a educação de 500 mil estudantes” na região.

Comissário-geral da Unrwa, Pierre Krähenbühl, visita escola na Faixa de Gaza em 14 de setembro de 2014 para celebrar o início do ano escolar. Foto: Unrwa/Shareef Sarhan

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

A agência da ONU de Assistência a Refugiados Palestinos, Unrwa, declarou nesta quarta-feira aberto o ano escolar 2015/2016 nos colégios que financia.

Um grande déficit financeiro quase forçou o atraso na abertura das 685 escolas da agência no Oriente Médio, onde estudam 500 mil meninos e meninas.

Direito

Segundo o comissário-geral  da Unrwa, Pierre Krahenbuhl, "estudantes vão retornar à escola de acordo com o planejado na Palestina, Jordânia, Líbano e Síria" entre 24 de agosto e 13 de setembro.

Segundo seu porta-voz, o secretário-geral da ONU está "aliviado" que a Unrwa poderá abrir seu ano escolar garantindo a educação para os estudantes em escolas da ONU no Oriente Médio.

Ban Ki-moon destacou que "educação é um direito" e que "direitos atrasados são direitos negados".

Ele declarou que "graças à generosidade dos Estados-membros da ONU" e "ações incansáveis" para levantar fundos, este direito poderá ser realizado.

Para o chefe da ONU, isto "não pode ser subestimado em um momento de extremismo crescente em uma das regiões mais instáveis do mundo"

Compromisso

O secretário-geral reafirmou seu compromisso em trabalhar com os países para colocar a Unrwa em uma sólida posição financeira para evitar uma situação onde a agência seja forçada à beira de uma decisão que teria tido "consequências humanas trágicas".

Ban pediu aos Estados-membros apoio a suas ações em nome de crianças palestinas refugiadas e suas famílias.

Para eles, segundo o chefe da ONU, "educação é um passaporte para dignidade".

O secretário-geral também ressaltou que é preciso fazer todo o possível para proteger os serviços centrais do mandato da Unrwa até o momento em que os refugiados palestinos tenham a sua situação resolvida no contexto de uma solução justa e duradoura, com base no direito internacional e nas resoluções da ONU.

Leia Mais: 

Em conversa pela internet, Ban expressa apoio à educação de jovens palestinos

ONU faz apelo para financiamento à agência de assistência a refugiados palestinos

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031