Sérvia deve continuar recebendo cerca de 3 mil migrantes por dia

Ouvir /

Afirmação é da porta-voz da agência da ONU para refugiados; somente nos últimos dias, país recebeu 10 mil pessoas; após fugir do Oriente Médio, famílias chegam à Grécia, passam a fronteira com a Macedônia e viajam para a Sérvia.

Menino sírio carrega irmão ao cruzarem fronteira. Foto: Acnur/A. McConnel

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

A agência da ONU para refugiados, Acnur, reforçou esta terça-feira estar trabalhando com as autoridades da Sérvia para ajudar mais de 10 mil refugiados que chegaram ao país nos últimos dias.

Depois do "caos" da semana passada, o Acnur destaca que a situação continua mais calma na fronteira entre a Grécia e a ex-República Iugoslava da Macedônia. Os migrantes cruzam a fronteira em grupos de 300 a 400 pessoas e da Macedônia, seguem de trem ou de ônibus para a Sérvia.

Jornada

Em Genebra, a porta-voz do Acnur, Melissa Fleming, explicou que a expectativa é de que o país continue recebendo até 3 mil migrantes por dia. A agência da ONU está preocupada com as condições da jornada e a maioria das pessoas fugiu de países em conflito, como Síria e Afeganistão.

Segundo Fleming, os migrantes chegam exaustos e traumatizados, precisando de ajuda médica. Há mulheres grávidas, idosos e pessoas doentes, além de crianças.

Dignidade

A porta-voz do Acnur reforça que além de fornecer ajuda básica aos migrantes, é importante respeitar totalmente a dignidade e os direitos humanos dessas pessoas.

Em coordenação com autoridades locais, o Acnur distribui água, comida, colchonetes, cobertores e ajuda a fornecer abrigo. Mais uma vez, a agência ressalta que a crise de migrantes não pode ser resolvida por um país sozinho, mas uma resposta urgente de todos os países da Europa é essencial.

Crianças

O Acnur destaca que a capacidade da Grécia, Macedônia e Sérvia de receber migrantes já está praticamente saturada, por isso os refugiados precisam de apoio para seguir para outros países da Europa.

Na cidade de Geveglija, na Macedônia, o Fundo da ONU para a Infância, Unicef, abriu um espaço para ajudar crianças e mulheres que fazem a jornada. O local fica dentro de um centro de descanso para os migrantes, estabelecido pelo Acnur.

As equipes do Unicef fornecem apoio psicossocial e ajudam a reunir crianças com suas famílias. No local, os menores podem descansar, brincar e os que precisam de serviço de proteção também recebem essa assistência.

Mortes e Resgates

Segundo a Organização Internacional para Migrações, somente neste ano, mais de 2,3 mil pessoas morreram ao atravessar o mar, na tentativa de chegar à Europa.

A maioria, ou 2,2 mil pessoas, saiu do norte da África e tentava chegar à Itália ou Malta. A segunda rota com mais mortes (83) foi a travessia da Turquia para a Grécia. E 23 pessoas morreram ao sair da África com destino à Espanha.

O último fim de semana foi um dos mais movimentados em termos de resgate de migrantes no Mar Mediterrâneo, segundo a OIM. Mais de 4,4 mil pessoas foram retiradas com vida do Canal da Sícilia entre sábado e domingo.

Leia Mais:

Acnur: situação na fronteira entre Grécia e Macedônia parece mais calma

Acnur preocupado com violência na fronteira entre Macedônia e Grécia

Acnur saúda declaração franco-britânica para abordar situação em Calais 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031