OMS confirma três novos casos de ébola na Guiné Conacri

Ouvir /

Pacientes estão a receber tratamento no único país a registar casos na última semana em avaliação; agência da ONU declara que nenhum profissional de saúde foi contaminado por 21 dias.

Centro de tratamento de ebola em Guiné. Foto: ONU/Martine Perret

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

A Organização Mundial da Saúde, OMS, anunciou que foram confirmados três casos de ébola na Guiné Conacri na semana que terminou no domingo.

Tratam-se de pessoas que vinham sendo seguidas e agora estão a ser tratadas em centros especializados. Dois casos foram notificados na capital, Conacri.

Profissionais de Saúde

O período marca a terceira semana consecutiva sem nenhuma infeção em trabalhadores de saúde nos países afetados.

Desde o início do surto, 880 profissionais da área foram infetados na Guiné Conacri, Libéria e Serra Leoa, com 512 mortes.

A semana marcou o fim do período de seguimento a 600 pessoas que tiveram contacto com pacientes em Tonkolili, na Serra Leoa.

Risco

A agência alerta, entretanto, para a existência de risco de transmissão. Além das pessoas em observação na Guiné Conacri e na Serra Leoa, 45 pessoas abandonaram o seguimento hospitalar em Conacri nas últimas seis semanas.

O mesmo ocorreu na capital serra-leonina, Freetown, onde equipas de resposta rápida continuam em alerta e prontas para responder a mais casos.

*Apresentação: Denise Costa.

Leia Mais:

Segundo OMS, uma entre cinco crianças não está recebendo vacinas de rotina

OMT faz conferência para reforçar a imagem do turismo africano

Nenhum caso de ebola foi confirmado em Serra Leoa na última semana

Serra Leoa regista primeira semana sem nenhum caso de ébola 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031