Enviado para o Iraque condena ataque a bomba que matou 45 pessoas

Ouvir /

Chefe interino da Missão da ONU no país ressalta que número de vítimas deve subir; Isil teria reivindicado a autoria do atentado em Bagdá; Gyorgy Busztin disse se tratar de um "ataque hediondo e covarde" num mercado público.

Civis no Iraque. Foto: Unami

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

O chefe interino da Missão de Assistência da ONU no Iraque, Unami, e vice-representante da organização no país condenou, nos termos mais fortes, o ataque ocorrido nesta quinta-feira em Bagdá.

Segundo a nota divulgada por Gyorgy Busztin, um caminhão-bomba explodiu no mercado aberto de Yamila, na região leste da capital iraquiana. Pelo menos 45 pessoas morreram, mas o chefe em exercício da Unami acredita que "os números vão aumentar de forma trágica". Agências de notícias falam em 60 mortos na região habitada por uma maioria xiita.

Terrorismo

O auto-proclamado Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil, reivindicou a autoria do ataque. Busztin classificou a ação como "hedionda e covarde", por ter como alvo "civis inocentes, incluindo muitas crianças que estavam num mercado público".

O vice-representante da ONU no Iraque afirmou ter sido um "ato indiscriminado de terrorismo, com a intenção de enfraquecer a determinação do povo iraquiano".

Ao mesmo tempo, Busztin disse não ter dúvidas de que "os terroristas irão fracassar". Ele também enviou os pesares aos familiares das vítimas e reforçou que os autores do atentado precisam ser levados à Justiça.

Leia Mais:

Sem dinheiro, PMA reduz pela metade entrega de comida no Iraque

Total de migrantes que chegam à Grécia pelo mar aumenta 750%

Nações Unidas condenam ataque aéreo no Iraque

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031