Ban diz acreditar numa mudança da Nigéria com impacto em África

Ouvir /

Em Abuja, secretário-geral encoraja prosseguimento de reformas  no país; encontro com presidente Muhammadu Buhari realçou combate à insegurança, ao desemprego e à corrupção; homenageadas vítimas do ataque ao complexo da ONU em 2011.

Ban Ki-Moon recebido na Nigeria.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O secretário-geral da ONU disse estar convencido que uma “mudança na Nigéria será uma mudança em África”. Ban Ki-moon falava a jornalistas esta segunda-feira, após encontrar-se com o presidente Muhammadou Buhari, em Abuja.

O chefe da ONU afirmou que a sua mensagem no país era de apoio aos esforços para fazer avançar a esperança, a paz, o desenvolvimento sustentável e os direitos humanos de forma abrangente.

Estabilidade

Ban disse reconhecer essas grandes realizações, a maior estabilidade e a paz no país sob a liderança de Buhari, a quem felicitou pela sua eleição.

Ele considerou importante o facto de o pleito ter sido pacífico e credível, num exemplo que disse esperar que seja imitado por muitos países do mundo.

O representante disse que o momento é de desafios complexos, mas também de promessa e de esperança. Ele mencionou o facto de que pela primeira vez na história do país, um presidente ter passado o poder em paz a um candidato da oposição numa eleição democrática.

Respeito

Para o mundo, Ban disse que a eleição enviou uma forte mensagem de respeito pela democracia e pelo Estado de direito.

O chefe da ONU expressou reconhecimento a Buhari  pela Agenda para a Mudança, que elogiou por esta dar prioridade a questões como a insegurança, o combate à corrupção e ao desemprego.

Nomes e Destinos

Na semana que marca os 500 dias do sequestro das meninas de uma escola de Chibok , o representante reiterou o seu apoio às vítimas nessa área e a tantos outros meninos e meninas “inocentes cujos nomes e destinos continuam desconhecidos”.

Ban considerou intolerável que as vidas e a escolaridade das vítimas tenham sido interrompidas dessa maneira.

O secretário-geral também prestou homenagem aos que morreram no ataque bombista suicida  ao complexo da organização no país. No ato que foi atribuído às milícias Boko Haram, em 2011, perderam a vida 23 trabalhadores da ONU.

Compromisso

O responsável agradeceu ao governo nigeriano pelo compromisso de reconstruir a Casa das Nações Unidas, que considerou um “símbolo da resiliência da cooperação” entre o país e a organização.

Sobre o incidente ocorrido a 27 de agosto de 2011, Ban disse que os terroristas atacaram as Nações Unidas e destruíram a vida de muitos colegas. Mas sublinhou que o mandato da organização é construir para melhorar a vida dos necessitados além de vencer a fome, as doenças e o analfabetismo.

O chefe da ONU reafirmou o propósito de promover o respeito pelos direitos individuais, os direitos humanos e suas liberdades.

Desenvolvimento

Ban lembrou que o momento era decisivo na história  da Nigéria, no trabalho de promover a agenda do desenvolvimento sustentável e uma vida digna para todos.

O secretário-geral lembrou que em Adis Abeba, a comunidade internacional concordou com o quadro de financiamento do desenvolvimento sustentável.

O chefe da ONU destacou ainda a finalização por negociadores, este mês, do projeto da agenda de desenvolvimento sustentável para 2030. São 17 Metas de Desenvolvimento Sustentável a serem adotadas pelos líderes mundiais em setembro, em Nova Iorque.

O secretário-geral citou como momento importante o papel dos líderes mundiais em dezembro para adaptar um acordo ambicioso, universal e significativo para as mudanças climáticas.  Ban fazia alusão à cimeira do clima de dezembro em Paris, cidade para onde segue depois da visita à Nigéria.

O secretário-geral disse no seu conjunto,  todos esses eventos eram a oportunidade de assumir os valores e o mandato conferido pela Carta das Nações Unidas, há 70 anos, e renová-lo para o século 21.

Leia Mais:

Acnur preocupado com retorno de nigerianos dos países da região

Conselho de Segurança: Guiné-Bissau será tema durante presidência da Nigéria 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031