Ban volta a condenar uso de armas químicas na Síria

Ouvir /

Secretário-geral afirmou que novos relatos de uso do material no conflito do país "é profundamente perturbador"; ele lembrou que resolução aprovada neste mês diz que uso não será tolerado e determina consequências.

Especialistas da Opaq na Síria. Foto arquivo: Opaq

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, voltou a condenar esta quinta-feira o uso de armas químicas na Síria por qualquer parte envolvida no conflito.

Em comunicado, Ban disse que os relatos contínuos sobre o uso de armamentos químicos como também de substâncias químicas tóxicas são "profundamente perturbadores".

Consequências

Ele reafirmou que a resolução 2235, adotada por unanimidade pelo Conselho de Segurança no início do mês, representa uma forte mensagem coletiva mostrando que o uso do material não será tolerado e que haverá consequências.

Segundo ele, a comunidade internacional deve levar os responsáveis à justiça e garantir que as armas químicas não sejam usadas novamente como "instrumento" de guerra.

Ban, em coordenação com o diretor-geral da Organização para a Proibição de Armas Químicas, Opaq, enviou ao Conselho de Segurança as recomendações para criar o mecanismo Conjunto de Investigação das duas organizações.

O secretário-geral pediu a todas as partes envolvidas no conflito na Síria que cooperem com o processo de investigação da ONU-Opaq. Além disso, ele conta com o apoio dos membros do Conselho de Segurança e de todas as agências da ONU para assegurar a implementação eficaz da resolução 2235.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031