Ban pede trabalho com mediação, em conversa telefónica com líder do Burundi

Ouvir /

Secretário-geral disse estar apreensivo com impacto de eventos violentos sobre a segurança do país; Uganda facilita o diálogo burundês como presidente rotativo da Comunidade dos Países da África Oriental. 

Ban Ki-moon Foto: ONU/M. Garten

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, manteve uma conversa telefónica com o presidente do Burundi, Pierre Nkurunziza.

O chefe da ONU encorajou o trabalho das autoridades burundesas com a mediação do processo de diálogo, liderado pelo Uganda sob  o mandato da Comunidade dos Países da África Oriental.

Assassinato

Ban recomendou ao líder burundês que seja retomado o diálogo político interrompido a 19 de julho, segundo uma nota da ONU.

O secretário-geral reiterou ainda a sua firme condenação à morte do destacado general Adolphe Nshimirimana, além da tentativa de assassinato do ativista de direitos humanos Pierre Clavier Mbonimpa ocorridos esta semana.

Impacto

Na reunião, que decorreu esta quarta-feira, Ban Ki-moon expressou profunda preocupação com o impacto desses eventos sobre a segurança no Burundi.

Ban reiterou ainda o apoio da organização para ajudar na busca de uma solução pacífica para o que considera de “graves problemas” enfrentados pelo país.

Direitos Humanos

Antes, Comissão da ONU para a Consolidação da Paz para o Burundi manifestou preocupação com o agravamento da segurança e com os relatos de um clima marcado pela violência e violação dos direitos humanos.

O apelo do grupo aos cidadãos do país é que exerçam moderação para evitar uma nova escalada de violência.

Leia Mais:

Burundi: ONU condena tentativa de assassinato de ativista

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031