Aiea atua na segurança alimentar e mudança climática

Ouvir /

Laboratórios da agência da ONU trabalham para deixar alimentos mais seguros e combater os impactos do clima; tecnologia do setor é usada também na luta contra o câncer.

Técnico da Agência Internacional de Energia Atômica. Foto: Aiea

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.*

A Agência Internacional de Energia Atômica, Aiea, está expandindo o campo de ação para atuar nos setores de alimentação e mudança climática.

A informação foi dada pelo vice-diretor-geral do departamento de Ciências e Aplicações Nucleares da Aiea, Aldo Malavasi.

Canela e Pimenta

De Viena, em entrevista à Rádio ONU, Malavasi falou sobre as operações da agência para garantir a segurança dos alimentos.

"Através da aplicação nuclear, nós conseguimos facilmente ter um alimento mais seguro. Porque você usa, por exemplo, a radiação do alimento e aí você não consegue imaginar hoje alguns tipos de alimento que não tenham sido tratados. Por exemplo, as especiarias como pimenta do reino, canela, tudo isso é tratado. Se isso não for tratado por radiação, simplemente surgem fungos e bactérias que podem causar transtornos alimentares."

O vice-diretor da Aiea disse que a agência atômica não cuida somente de energia nuclear. Além dos alimentos, ela atua também no combate à mudança climática e na luta contra o câncer.

Aviões

Malavasi disse que os laboratórios da Aiea trabalham também para monitorar os equipamentos de radiação que combatem os tumores.

Ele explicou que os especialistas fazem a dosemetria, quer dizer, a regulagem dos aparelhos em muitos países que não tem essa capacidade.

O representante da agência da ONU disse ainda que, por exemplo, todos os fios e cabos de aviões e carros novos vendidos no mundo inteiro passam por um tratamento nuclear.

Depois de receberem esse tratamento, os fios se tornam mais resistentes a altas temperaturas, quer dizer, eles apresentam maior resistência no caso de incêndios.

Malavasi disse ainda que até mesmo as obras de arte e esculturas também recebem tratamento nuclear. Com isso, elas estão protegidas contra a ação de fungos e bactérias.

*Apresentação: Leda Letra.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031