ONU pede a partidos políticos do Burundi para retomarem diálogo

Ouvir /

Secretário-geral nota que eleições presidenciais ocorreram num ambiente pacífico; Ban Ki-moon lembra de acordo que prevê que vencedor do pleito deve formar governo de união nacional envolvendo vários partidos.

Eleições presidenciais no Burundi. Foto: Menub

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Para o secretário-geral da ONU, as eleições presidenciais no Burundi foram conduzidas de forma "amplamente pacífica". A votação de terça-feira teve entre os candidatos o atual presidente, Pierre Nkurunziza, que tenta o terceiro mandato, decisão que causou uma onda de violência desde abril.

Ban Ki-moon pede aos partidos políticos a agirem de boa fé e para que retomem "o diálogo inclusivo". O chefe da ONU lembra que os interesses nacionais devem estar em primeiro lugar, respeitando o acordo fechado no dia 6 na conferência da Comunidade da África Oriental.

Segurança

O documento estabelece que "o vencedor da eleição presidencial no Burundi deve formar um governo de união nacional, envolvendo todos os que participaram das eleições e aqueles que não participaram".

O secretário-geral da ONU lembra que as autoridades do país têm a responsabilidade de garantir e proteger a segurança dos civis e acabar com ações violentas. Outra obrigação é em responsabilizar todos que cometeram violações dos direitos humanos.

Crise Política

Ban Ki-moon elogiou o envio para o Burundi de observadores de direitos humanos da União Africana e também de especialistas militares. Essas equipes, segundo Ban, ajudaram a prevenir o aumento da violência durante as eleições e contribuíram para um clima de paz "durante uma série crise política que afeta o país".

Após o presidente Nkurunziza anunciar, em 25 de abril, que tentaria novamente a reeleição, vários civis foram presos durante protestos na capital Bujumbura. O atual presidente está no cargo desde 2005 e um terceiro mandato é inconstitucional.

Com a onda de violência, várias pessoas resolveram abandonar o país: pelo menos 145 mil civis buscaram refúgio em países vizinhos desde o final de abril.

Leia Mais:

Em dia de eleições no Burundi, secretário-geral pede clima pacífico

Entrevista: tensão, mortes e votação nas presidenciais no Burundi

Burundi: relatores querem ação do Conselho de Segurança 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031