OMS saúda aprovação da candidata à primeira vacina contra malária

Ouvir /

Aprovação da Mosquirix foi feita esta sexta-feira pela entidade reguladora da Europa; para a agência da ONU, medida é um marco importante;  produto não deve ser licenciado até  2017.

OMS pede coordenação cuidadosa. Foto: OMS

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, saudou esta sexta-feira o parecer positivo dado pela Agência Europeia de Medicamentos, EMA, à candidata a vacina contra a malária.

Em nota, a entidade da ONU diz tratar-se de um “marco importante” para  desenvolver uma vacina contra a doença, além de ser “mais um passo” para as decisões sobre como o produto será utilizado.

Barreiras

A aprovação da EMA foi anunciada após a avaliação da segurança e da eficácia da vacina Mosquirix, desenvolvida pela farmacêutica GlaxoSmithKline. A ação é vista como uma últimas barreiras antes da aprovação do produto.

A OMS ressalta a colaboração entre ambas as agências, destacando que a também chamada RTS,S  “ainda não foi licenciada para uso em nenhum país endémico”. A agência da ONU explicou que o período mais próximo para que isso possa ocorrer é o ano 2017.

Orientações

A OMS destacou que a avaliação da EMA não é uma recomendação para usar a vacina. Em novembro, a agência das Nações Unidas deve emitir as orientações sobre o uso do produto.

As “recomendações políticas” consideram fatores como viabilidade de implementação, acessibilidade e relação custo-eficácia. Também deve ser levado em conta o “valor da saúde pública da vacina em relação a outras medidas” de controlo e vacinas da malária disponíveis.

Financiamento

Na nota, a agência da ONU ressalta que qualquer financiamento para a vacina não deve desviar recursos para aumentar redes mosquiteiras, medicamentos eficazes e testes de diagnóstico rápido da malária.

O comunicado termina a destacar que será necessária uma coordenação cuidadosa entre agências financiadoras da vacina.

Leia Mais:

Comunidade internacional tem estratégia para acabar com a malária até 2030

Mundo precisa de US100 bilhões para acabar com a malária até 2030

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031