Fortes parcerias para "transformar bilhões em trilhões" para desenvolvimento

Ouvir /

Presidente do Banco Mundial afirmou que este é o "momento para traduzir" ideias em ação; Jim Yong Kim participou de evento paralelo à 3ª Conferência Internacional sobre Financiamento para o Desenvolvimento, na Etiópia.

Jim Yong Kim. Foto: ONU/Rick Bajornas

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O presidente do Banco Mundial afirmou que para cumprir a futura agenda de desenvolvimento sustentável e acabar com a pobreza extrema serão necessárias parcerias fortes para "transformar bilhões em assistência oficial em trilhões em investimentos".

Jim Yong Kim fez a declaração nesta segunda-feira, em um evento paralelo à 3ª Conferência Internacional sobre Financiamento para o Desenvolvimento.

Criatividade            

Yong Kim afirmou que "este é o momento para traduzir as melhores ideias e especialidades" das instituições em ação. Ele mencionou ser preciso colaboração através de "parcerias criativas".

O presidente do órgão mencionou que a assistência oficial ao desenvolvimento, cerca de US$ 135 bilhões ou R$ 426 bilhões ao ano, é o pilar do financiamento para o desenvolvimento, especialmente nos países mais pobres e vulneráveis.

Kim falou aos participantes do evento sobre a "responsabilidade" de achar "novas formas para alavancar a generosidade dos doadores". Entre outras coisas, ele mencionou ainda ser preciso interromper fluxos financeiros ilícitos e aumentar a mobilização doméstica de recursos.

Fim da Pobreza

Na semana passada, os bancos multilaterais de desenvolvimento e o Fundo Monetário Internacional, FMI, assinalaram planos de estender mais de US$ 400 bilhões em financiamento nos próximos três anos.

O valor é equivalente a cerca de R$ 1,2 trilhão. As instituições também prometeram trabalhar de forma mais próxima com os setores público e privado para ajudar a mobilizar os recursos necessários para o "desafio histórico de alcançar" os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

O novo conjunto de metas será adotado em setembro, na ONU. Para o presidente do Banco Mundial, "todo o mundo" está observando os participantes da conferência em Adis-Abeda para saber se suas "aspirações e coragem vão corresponder às de quase um bilhão de pessoas que continuam hoje a viver na extrema pobreza".

Kim disse ainda que apenas assim essa pode ser a primeira geração na história da humanidade a acabar com a pobreza extrema no período de sua vida.

Milênio

O secretário-geral da ONU também esteve presente no evento. Ban Ki-moon afirmou que os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, ODMs, avançaram, de forma significativa, o desenvolvimento social e a redução da pobreza.

Segundo o chefe das Nações Unidas, é preciso agora "enfrentar as tarefas inacabadas dos ODMs, consolidar o que foi alcançado e colocar o mundo em uma trajetória mais sustentável e equitativa".

Leia Mais:

ONU defende incentivos para mudanças nos padrões de consumo e produção

Energia sustentável une crescimento econômico, equidade social e ambiente

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031