Exclusiva: Brasil “só teve a ganhar” com soldados no Haiti – Parte 2

Ouvir /

General José Luiz Jaborandy Júnior. Foto: Rádio ONU

O Brasil vai ganhar de volta soldados mais treinados e seres humanos mais aperfeiçoados após atuação do país no Haiti.

As declarações são do comandante da força militar da Missão da ONU no Haiti, Minustah, o brasileiro José Luiz Jaborandy Júnior, na segunda parte da entrevista à Rádio ONU em Porto Príncipe.

O comandante fala de ganhos a nível estratégico, a nível operacional e humano na missão que agora opera com 2,3 mil soldados, após uma redução da força em mais da metade concluída em junho.

O militar destacou ainda as semelhanças e as diferenças entre as duas realidades no combate à violência e à criminalidade.

Jaborandy Jr. disse ainda que a atuação brasileira no país caribenho fica marcada pela doutrina de defesa de civis no Haiti, que pode vir a ser implementada no território brasileiro.

Acompanhe a conversa com Eleutério Guevane.

Duração: 5'21''

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031