Ban: mais investigação necessária sobre morte de ex-secretário-geral

Ouvir /

Dag Hammarskjöld morreu em queda de avião em 1961 em área que hoje é a Zâmbia; um Painel Independente de Especialistas avaliou novas informações relacionadas à trágica morte do ex-secretário-geral da ONU; relatório foi entregue em junho.

Dag Hammarskjöld. Foto: ONU

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, acredita que um "inquérito ou investigação adicional seria necessária para finalmente estabelecer os fatos" relacionados às circurstâncias da morte do ex-secretário-geral Dag Hammarskjöld e de 15 integrantes da delegação que o acompanhava.

A avaliação tem como base os resultados contidos no relatório de um Painel Independente de Especialistas que avaliou novas informações relacionadas ao caso.

Tragédia

O avião em que estavam Hammarskjöld e a delegação na área que hoje é a Zâmbia, na madrugada de 17 para 18 de setembro de 1961.

Ainda em nota emitida por seu porta-voz, Ban acredita que tal investigação "estaria em melhor posição de chegar a um resultado conclusivo em relação aos trágicos eventos de 17 e 18 de setembro de 1961, com o benefício da informação específica solicitada pelo Painel".

O grupo de investigação foi estabelecido por uma resolução da Assembleia Geral em dezembro do ano passado. Em março deste ano, Ban nomeou o chefe de Justiça da Tanzânia, Mohamed Chande Othman, para presidir o painel.

Os outros dois membros são o representante da Austrália na Organização Internacional da Aviação Civil, Kerryn Macaulay, e um especialista em balística do Centro Nacional de Serviços Forenses da Polícia Nacional Dinamarquesa, Henrik Larsen. Em junho, o relatório do grupo foi entregue ao secretário-geral em junho.

Evidências

Segundo o comunicado, emitido nesta segunda-feira, o Painel fez avanços "significativos" em busca da verdade sobre os eventos que ocorreram na ocasião.

A nota menciona "algumas das conclusões mais relevantes" do relatório, entre elas que o "painel achou novas informações que sustentam o exame post-mortem de 1961 dos 16 passageiros abordo".

O Painel também examinou e avaliou o valor probatório de nova informação relacionada à várias hipóteses sobre a causa ou causas da queda.

Causas

O grupo achou que a nova informação relacionada a sequestro e sabotagem tinha "valor probatório nulo ou fraco".

Novos dados sobre  "fadiga da tripulação" contribui para pelo menos uma das hipóteses.

Ainda de acordo com a nota emitida pelo porta-voz de Ban Ki-moon, "o Painel encontrou nova informação, avaliada como tendo valor probatório moderado, suficiente para considerar ataque aéreo ou outra interferência como uma hipótese da possível causa do acidente".

Responsabilidade

O secretário-geral faz um apelo a todos os Estados-membros a tornarem disponíveis qualquer informação que tenham relacionadas às circustâncias e condições que resultaram nas mortes de Dag Hammarskjöld e outros integrantes de sua delegação.

Para o chefe da ONU, o relatório do Painel é um "passo indispensável" na direção de "cumprir a responsabilidade compartilhada de estabelever os fatos" após tantos anos.

Leia Mais:

ONU anuncia painel para investigar morte de ex-secretário-geral

ONU aprova nova investigação sobre morte de ex-secretário-geral

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031