Ban condena ataque a bomba que matou mais de 100 no Iraque

Ouvir /

Secretário-geral disse que a ação ocorreu quando os iraquianos comemoravam o fim do feriado religioso Ramadã; ele condenou também os últimos atentados na Nigéria que mataram mais de 60 pessoas.

Ban Ki-moon. Foto: ONU/Mark Garten

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou fortemente o ataque a bomba ocorrido nesta sexta-feira no Iraque, que deixou mais de 100 mortos.

Em comunicado, Ban disse que “o atentado aconteceu no momento em que os iraquianos celebravam o fim do mês sagrado do Ramadã. Muitas pessoas também ficaram feridas, incluindo crianças”.

Solidariedade e Apoio

O chefe da ONU prestou solidariedade ao povo e ao governo do Iraque e espera que os responsáveis sejam levados rapidamente à justiça.

Segundo as agências de notícias, o ataque aconteceu num mercado movimentado em Khan Bani Saad, uma cidade ao norte de Bagdá, a capital do país. Os explosivos estavam dentro de um caminhão que transportava gelo.

Em comunicado separado divulgado anteriormente, Ban Ki-moon condenou também os últimos atentados terroristas realizados pelo grupo Boko Haram no nordeste da Nigéria.

Mais de 60 pessoas morreram nos ataques que o secretário-geral classificou como “uma agressão às crenças de todas as pessoas”.

Ban disse que o mês do Ramadã “é um período sagrado para que famílias e comunidades possam se unir”.

O chefe da ONU reafirmou solidariedade ao povo nigeriano e prometeu apoio ao governo na luta contra o terrorismo.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031