Apoio à solução de dois Estados no Oriente Médio está "enfraquecendo"

Ouvir /

Conselho de Segurança ouviu representante para o processo de paz entre israelenses e palestinos; Nickolay Mladenov afirmou que situação no local está insustentável, com construção de assentamentos e incidentes de segurança.

Nickolay Mladenov. Foto: ONU/Amanda Voisard

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

O coordenador especial da ONU para o Processo de Paz no Oriente Médio participou, na manhã desta quinta-feira, de um debate no Conselho de Segurança.

Segundo Nickolay Mladenov, o apoio a uma solução de dois Estados entre israelenses e palestinos está enfraquecendo. Ele explicou que a situação na região "não é sustentável", devido aos assentamentos, incidentes de segurança, violência ligada à ocupação e falta de união por parte dos palestinos.

Assentamentos

Mladenov pediu a interrupção de atividades unilaterais na Cisjordânia, incluindo construção de assentamentos, demolições e despejos. O representante lembrou que o reflexo do conflito em Gaza, ocorrido há um ano, continua prejudicando a crença da população de que o progresso possa ser alcançado na região.

O coordenador para o Processo de Paz destacou que atividades de jihadistas Salafi e de outros grupos extremistas são "causa de preocupação em Gaza e no Sinai, onde há relatos de apoio de militantes do lado egípcio da fronteira.

Tensão

Sobre Cisjordânia e Jerusalém, Nickolay Mladenov disse que a frequência dos incidentes de violência caiu na comparação com junho, mas a situação continua tensa.

Segundo ele, 50 palestinos foram feridos nas últimas semanas e quatro foram baleados e mortos pelas forças de segurança de Israel. Dois militares israelenses foram esfaqueados e um ficou gravemente ferido.

Brasil

Na avaliação de Mladenov, a falta de processo político e o aumento do extremismo violento e do terrorismo na região são um "perigo às legítimas aspirações dos palestinos por um Estado e à segurança de Israel".

O Brasil foi um dos países que participou do debate no Conselho de Segurança. O embaixador Antonio Patriota declarou que continua muito preocupado porque o processo de paz entre israelenses e palestinos está "paralisado".

Para o embaixador brasileiro, a "comunidade internacional não deve ficar parada" enquanto mais violência ocorre a cada dia, ao mesmo tempo que "a viabilidade de uma solução de dois Estados diminui com a expansão dos assentamentos israelenses".

Leia Mais:

Unwra: conflito do ano passado em Gaza permanecem sem solução

Chefe da Unrwa afirma que causas da crise em Gaza permanecem sem solução

Coordenador da ONU pede rapidez nos esforços de recuperação para Gaza

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031