Subsecretário-geral diz que situação na Cisjordânia permanece tensa

Ouvir /

Conselho de Segurança ouviu relatos de Jeffrey Feltman sobre o Oriente Médio; representante citou incidentes recentes envolvendo mortes de palestinos e ferimentos de israelenses; situação de prisioneiros palestinos preocupa.

Conselho de Segurança da ONU. Foto: ONU/Loey Felipe

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

O Conselho de Segurança ouviu, na tarde desta quarta-feira, o subsecretário-geral da ONU para Assuntos Políticos. Jeffrey Feltman falou sobre a situação no Oriente Médio e citou as recentes afirmações do primeiro-ministro israelense sobre seu compromisso "com a ideia de uma solução de dois Estados".

Feltman notou que as ideias de Benjamin Netanyahu precisam ser transformadas em ações.

O subsecretário-geral sugeriu o fim dos assentamentos na Cisjordânia, porque segundo ele essas atividades podem prejudicar um possível acordo para o estabelecimento de um estado palestino.

Prisioneiros

Ao apresentar o mais recente relatório do secretário-geral sobre o Oriente Médio, Jeffrey Feltman afirmou que a situação na Cisjordânia, incluindo Jerusalém Oriental, continua tensa.

Feltman falou sobre 400 operações de busca e apreensão conduzidas pelos israelenses, que resultaram na prisão de 510 palestinos. Ele citou especificamente três incidentes ocorridos nos dias 20 de maio, 10 e 14 de junho, quando três palestinos foram mortos pelas forças de segurança de Israel.

Mortes

Ao mesmo tempo, no dia 19, um palestino atirou contra um veículo israelense que seguia pela Cisjordânia, matando um civil de Israel. Sobre a situação dos prisioneiros palestinos, Jeffrey Feltman citou a preocupação com Khader Adnan, detido há quase um ano e que está em greve de fome há 51 dias.

O subsecretário-geral lamentou a contínua destruição de casas na Cisjordânia: só neste mês, foram 52 estruturas e 17 residências demolidas, deixando 29 palestinos sem casa.

Desemprego

Sobre Gaza, Feltman disse ao Conselho de Segurança que a situação "desesperadora" piorou com vários incidentes de segurança, como foguetes disparados por militantes palestinos, o que levou as forças de segurança de Israel a responder com ataques aéreos.

O subsecretário-geral destacou a necessidade urgente de se reforçar a união palestina, porque conflitos e fraca governança contribuíram para que o desemprego em Gaza chegasse a 43% no ano passado.

Ao concluir seu discurso, Jeffrey Feltman afirmou que "o risco de radicalização nos Territórios Ocupados Palestinos é reforçado pela contínua falta de um horizonte político", fazendo referência à instabilidade no Oriente Médio.

Leia Mais:

Comissão de Inquérito da ONU sobre Gaza cita possíveis crimes de guerra

Ban alerta que graves violações são cometidas contra crianças no mundo

Ban deplora ataques com foguetes de Gaza a Israel

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031