OMS envia mais de 160 mil doses de vacina para travar cólera na Tanzânia

Ouvir /

Agência confirma morte de 34 pessoas e o registo de 4,6 mil pacientes desde maio; mais de 54 mil habitantes devem ser vacinados; risco continua elevado em várias áreas que recebem refugiados.

Campanha de vacinação contra a cólera. Foto: OMS Tanzânia

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, anunciou o envio de vacinas para uma campanha contra a cólera em áreas que abrigam refugiados no leste da Tanzânia.

Pelo menos 34 pessoas morreram e 4.662 casos foram registados na área de Kigoma desde o início do surto, em maio. As aldeias de Kagunga, Kigoma e Karago foram as mais afetadas e continuam com “risco elevado”.

Violência

O representante da OMS na Tanzânia, Rufaro Chatora, disse que aldeias ao redor dos pontos de entrada são as mais expostas. O país é o que mais acolhe pessoas que fugiram do vizinho Burundi devido à violência pré-eleitoral.

O fluxo diário de candidatos a asilo é considerado preocupante. O movimento levou ao aumento de medidas preventivas e de intervenções de controlo da cólera.

De acordo com a agência, o uso de vacinas orais contra a doença pode contribuir para prevenir surtos nas populações em áreas de alto risco onde as medidas não são suficientes.

Campanha

Esta semana, as autoridades sanitárias tanzanianas anunciaram a campanha de vacinação para áreas de alto risco em Kigoma. Em quatro dias, 28 equipas de vacinação devem imunizar mais de 54 mil pessoas.

Cerca de 164,5 mil doses da vacina doadas pela OMS e pelos seus parceiros foram destinadas ao acampamento de Nyarugusu. As comunidades tanzanianas a viver ao redor da área também serão abrangidas pela campanha.

Apoio

Estão também previstas ações de mobilização social, campanhas porta a porta e sessões de educação para a saúde. Pessoal da OMS e do Fundo da ONU para a Infância, Unicef, seguiu para apoiar as iniciativas no local.

Decorre também o tratamento domiciliário de água, o reforço da desinfeção em residências onde ocorreram casos e a promoção da higiene comunitária.

O apoio dado às autoridades da Saúde inclui o armazenamento de suprimentos médicos para tratar novos casos de cólera e de outras doenças comuns.

Leia Mais:

Tanzânia sem registo de morte de burundeses devido à cólera

ONU revela expectativas sobre encontro regional para debater crise no Burundi

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031