Iémen: Unesco condena destruição de património na cidade velha de Sanaa

Ouvir /

Chefe da agência fala de casas e edifícios destruídos com vítimas na área do Património Mundial; ataque desta sexta-feira derrubou prédios  e jardins de vários séculos.

Sanaa era centro de rota comercial. Foto: Unesco.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Organização da ONU para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, reagiu prontamente à destruição depois de um ataque ocorrido esta sexta-feira na cidade velha de Sanaa no Iémen, que é Património Mundial da agência.

Em nota, a diretora-geral da Unesco, Irina Bokova, realça que foram derrubadas “várias casas e edifícios históricos causando vítimas durante a ação que aconteceu nas primeiras horas do dia.

Complexo

Entre os edifícios destruídos está o complexo de casas tradicionais do bairro de Al-Qasimi, na fronteira com o jardim urbano de Miqshama. A área está próxima  do canal de água Sailah.

Bokova disse estar profundamente perturbada com a perda de vidas e com os danos infligidos a “uma das joias mais antigas do mundo de paisagem urbana islâmica.”

A representante também manifestou o seu choque com “imagens de edifícios de vários andares e jardins serenos reduzidos a escombros”.

Identidade e Orgulho

Construções em taipa, uma técnica com  base na argila, e edifícios de vários andares em tijolos queimados na área são famosos pela sua decoração. A Unesco declara que estes são uma parte integrante da identidade e do orgulho do Iémen.

Para a chefe da agência, a destruição só vai agravar a situação humanitária. Bokova reiterou ainda o seu apelo a todas as partes do conflito para que respeitem e protejam o património cultural do país árabe.

Bokova afirmou ainda que a herança “tem a alma do povo do Iémen, é um símbolo de uma história milenar de conhecimento e que pertence a toda a humanidade.”

De acordo com a Unesco, Sanaa é habitada há mais de 2.500 anos e testemunha a riqueza e a beleza da civilização islâmica. Até o primeiro século, a cidade emergiu como um centro da rota comercial terrestre e as casas e edifícios públicos são considerados um exemplo de um estabelecimento humano tradicional islâmico.

Danos

A Unesco lembra que desde o início do conflito no Iémen, várias casas dentro da cidade património de Sanaa sofreram danos e colapsaram devido aos bombardeamentos e explosões.

Na terça-feira, o complexo histórico Al-Owrdhi da era do Império Otomano situado fora das muralhas da cidade velha foi severamente danificado.

A agência disse que não foram poupados edifícios residenciais históricos, monumentos, museus, sítios arqueológicos e locais de culto. Para a Unesco, o valor histórico e as memórias ligadas aos sítios foram danificados ou destruídos de forma irreparável.

Leia Mais:

Reuniões de consultas sobre o Iêmen começam domingo

Conselho de Segurança apreensivo com situação grave no Iémen

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031