Iêmen tem milhares de suspeitas de casos de dengue

Ouvir /

Impacto da crise é refletido no setor de água e de saneamento; Ocha confirma entrega de kits de saúde e medicamentos para tratar pacientes; insegurança alimentar no país continua enorme.

OMS lançou campanha para limpar as ruas de distritos do Iêmen. Foto: OMS/WHO Iêmen

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

O Iêmen tem mais de três mil suspeitas de casos de dengue, segundo a Organização Mundial da Saúde, OMS. Mas algumas ONGs que atuam no país acreditam que o total de casos possa ser maior do que seis mil.

A OMS informou que os casos foram relatados desde março, quando começou o conflito no país. Junto com o Ministério da Saúde, a agência desenvolveu um plano de controle do surto da dengue. As medidas incluem reforço da capacidade dos laboratórios, fornecimento de macas e de inseticidas.

Falta de Saneamento

A agência da ONU explica que a atual crise impactou de forma severa o acesso à água e ao saneamento em várias províncias, o que contribuiu para o aumento de casos de várias doenças, como a dengue.

Segundo a OMS, o sistema de saúde do Iêmen está à beira de um colapso. Hospitais foram destruídos, trabalhadores de saúde assassinados e a população sofre pela falta de comida, de medicamentos e de combustível. Desde o início do conflito, em março, foi registrada uma queda de 50% no número de consultas médicas.

Combustível

Na última semana, postos de quatro províncias do Iêmen receberam kits de saúde, fluidos intravenosos e medicamentos que devem ajudar mais de 438 mil pacientes, incluindo pessoas com dengue.  Os dados são do Escritório da ONU para Coordenação de Assistência Humanitária, Ocha.

Uma nova análise do Ocha mostra que nas três primeiras semanas de junho, foram entregues apenas 11% do total de combustível necessário mensalmente no país.

A circulação de navios comerciais está aumentando aos poucos, mas continua restrita devido aos congestionamentos nos portos e altas taxas relacionadas ao tempo que os navios ficam nas docas.

O Serviço Humanitário Aéreo das Nações Unidas, Unhas, está realizando voos do Djibouti para o Iêmen três vezes por semana, levando itens de ajuda à população.

Leia Mais:

Enviado da ONU fará pronunciamento no Conselho de Segurança sobre Iêmen

Agências da ONU pedem US$ 1,6 bilhão para responder à crise no Iêmen

Iémen regista aumento de 17% de pessoas sem comida suficiente

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031