Evento de alto nível na Assembleia Geral discute emprego de jovens

Ouvir /

Encontro debate também dividendo demográfico e é organizado ainda pelo Fundo Nações Unidas para a População, Unfpa, e a Organização Internacional do Trabalho, OIT; secretário-geral afirmou ter grandes esperanças no poder dos jovens de moldar o futuro.

Ban Ki-moon na Assembleia Geral da ONU. Foto: ONU/Mark Garten

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

Um evento de alto nível na sede da ONU discute, nesta segunda-feira, o dividendo demográfico e emprego de jovens.

O secretário-geral da ONU afirmou que esta é a maior geração de jovens da história e disse que ele tem "grandes esperanças" no seu poder de moldar o futuro. Ban Ki-moon declarou que esta é a primeira geração que pode acabar com a pobreza e a última que pode evitar os piores impactos da mudança climática.

Fim da Pobreza

Por isso, ele disse, que fala com e sobre jovens sempre que possível. O chefe da ONU afirmou ainda que espera que todos os países incluam jovens em suas delegações oficiais às Nações Unidas.

Ban mencionou ainda as prioridades do ano, como a adoção da nova agenda de desenvolvimento, durante a Cúpula Especial sobre Desenvolvimento Sustentável, em setembro, e do novo acordo sobre mudança climática em dezembro.

Programa Mundial

O secretário-geral mencionou o evento, na sexta-feira, que celebrou os 20 anos do Programa Mundial de Ação para Jovens.

No evento, o embaixador de Portugal junto às Nações Unidas presidiu o encontro representando o presidente na Assembleia Geral.  Em entrevista à Rádio ONU, Álvaro Mendonça e Moura afirmou que a reunião foi uma forma de chamar a atenção para o "sucesso do programa".

"Nestes 20 anos houve um enorme progresso na atenção que é dada aos problemas da juventude pelo conjunto do sistema das Nações Unidas. Hoje, as questões dos jovens estão no topo da agenda das Nações Unidas. Isto não acontecia há 20 anos. E foi em grande parte ao acordo que houve há 20 anos, desde estabelecido este plano de ação com obrigação de todos os Estados de fazerem um esforço para progredirem que se conseguiu chegar até aqui."

O embaixador português disse ainda que "apesar das grandes dificuldades", entre elas o acesso à educação de qualidade para todos, a questão do emprego e aspectos de violência, houve "grande progresso nestes 20 anos".

Desenvolvimento e Paz

No evento desta segunda-feira, o secretário-geral afirmou que "desenvolvimento e paz estão interligados" e defendeu o empoderamento de jovens para abordar questões de segurança.

Ban declarou que a "falta de empregos alimenta a insegurança" e pediu especialmente investimentos para jovens mulheres e meninas adolescentes.

Ele falou ainda do "enorme desperdício de capital humano no mundo, onde 74 milhões de jovens não conseguem encontrar trabalho".

Passos

Falando sobre o desemprego de jovens no mundo, Ban propôs quatro passos para abordar este desafio e fazer uso do dividendo demográfico.

Ele mencionou aumento do acesso ao planejamento familiar e a serviços de saúde reprodutiva; garantia de educação de qualidade e treinamento para jovens; planejamento e investimentos que tenham como foco os direitos humanos e dignidade humana e sistemas de proteção social que ajudem a pôr fim à pobreza e combates persistentes desigualdades.

Segundo Ban, estes passos vão ajudar a garantir que nenhum jovem seja deixado para trás.

Leia Mais:

ONU comemora 20 anos do Programa Mundial de Ação para Jovens

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031