Em Teerão, enviada da ONU discute paz e segurança no Líbano

Ouvir /

Sigrid Kaag reiterou que vazio de poder compromete capacidade de abordar desafios libaneses; organização destaca ameaças terroristas sofridas pelo país; cerca de 1,2 milhão de refugiados sírios vivem no Líbano.

Sigrid Kaag com equipe da ONU no Líbano. Foto: Unifil

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A coordenadora especial do secretário-geral da ONU para o Líbano, Sigrid Kaag, está no Irão onde se reuniu com altos funcionários do governo iraniano incluindo o ministro dos Negócios Estrangeiros, Mohammad Javad Zarif.

De acordo com as Nações Unidas, o foco dos encontros em Teerão foi a presente situação no Líbano, incluindo questões relacionadas à paz e segurança, estabilidade e estabilização do país.

Crise Síria

Nas reuniões também foram abordados os últimos desenvolvimentos na região, particularmente o impacto da crise Síria sobre o Líbano.

Kaag reiterou a preocupação do Conselho de Segurança e do Grupo de Apoio Internacional para o Líbano com o vazio na Presidência da República. Para ela, a situação compromete seriamente a capacidade do país de enfrentar os seus desafios socioeconómicos e de segurança.

Vazio de Poder

O vazio presidencial ocorreu com o fim do mandato do ex-presidente Michel Sleiman, a 25 de maio de 2014, e com o fracasso na nomeação do sucessor. Desde então, a ONU lançou vários apelos ao Parlamento libanês para a eleição de um novo líder.

Segundo as Nações Unidas, o país lida com ameaças terroristas e com quase 1,2 milhão de refugiados devido ao conflito na vizinha Síria.

Leia Mais:

Líbano: representante da ONU no país pede fim do impasse político

Gordon Brown pede fundo global humanitário para educação

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031