Ciência é essencial para guiar decisões do desenvolvimento sustentável

Ouvir /

Relatório sobre o tema foi divulgado pelo Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU; faltam informações científicas sobre como reduzir a degradação dos mares e dos oceanos, essenciais para o sustento de 3 bilhões de pessoas.

Comunidades são afetadas por desastres naturais. Foto: OMS/C. Black

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Um novo estudo divulgado pela ONU defende que conhecimentos científicos são essenciais para guiar as decisões políticas relacionadas ao desenvolvimento sustentável.

O relatório Desenvolvimento Sustentável Global foi publicado esta terça-feira pelo Departamento Econômico e Social das Nações Unidas, Desa. O documento destaca que mares e oceanos são cada vez mais ameaçados ou destruídos por atividades humanas.

Consumo

Cerca de 3 bilhões de pessoas dependem dos recursos marítimos para o seu sustento, gerando lucros que variam entre US$ 3 trilhões a US$ 6 trilhões por ano. Mas segundo o Desa, faltam informações científicas sobre como mudanças de comportamento, como redução do consumo, podem ajudar a reduzir a degradação dos oceanos

Em setembro, os países vão adotar uma nova agenda global com 17 metas sobre desenvolvimento sustentável, que precisarão ser cumpridas até 2030. Por isso o relatório mostra a importância de mais pesquisas científicas que ajudem na criação desses objetivos.

Mortes

Sobre desastres naturais, é feito um alerta sobre a importância de medidas eficientes para redução de riscos. O estudo afirma que desde o ano 2000, desastres naturais causaram a morte de 1,1 milhão de pessoas e afetaram a vida de 2,7 bilhões de habitantes do planeta.

O relatório defende ainda que nos próximos 15 anos, o desenvolvimento industrial deve ter como foco a produção doméstica, a inovação e o desenvolvimento sustentável a longo prazo.

Exportações

O estudo do Desa também chama a atenção para os países mais pobres do mundo e aqueles em situação especial. As nações que não têm acesso ao mar, por exemplo, "continuam sendo marginalizadas no comércio mundial", já que suas exportações representam apenas 1,2% do total global. Esses países enfrentam custos de transporte até 45% maior do que as nações em áreas costeiras.

O relatório nota ainda que as comunidades mais vulneráveis estão sendo beneficiadas com os avanços da tecnologia. Na Etiópia, mulheres utilizam smartphones para coletar dados mensais sobre água, saúde e segurança alimentar.

Leia Mais:

Ban afirma que “ação climática está num momento crucial”

http://www.unmultimedia.org/radio/portuguese/2015/06/ban-afirma-que-acao-climatica-esta-num-momento-crucial/#.VZLxUflVhBc

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031