Ban presta solidariedade após ataques terroristas no Kuwait e na Tunísia

Ouvir /

Secretário-geral ligou para o Emir do Kuwait e para o presidente da Tunísia expressando condolências aos governos e populações dos dois países.

Secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon. Foto ONU/Paulo Filgueiras (arquivo).

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, prestou solidariedade ao Kuwait e à Tunísia depois dos atentados terroristas desta sexta-feira.

Ban ligou este fim de semana para o Emir do Kuwait, xeque Sabah Al-Ahmed Al-Sabah e para o presidente da Tunísia, Beji Caid Essebsi expressando condolências aos governos e populações dos dois países.

Indignação

Em comunicado divulgado em São Francisco, onde o chefe da ONU participou das comemorações dos 70 anos da Carta das Nações Unidas, Ban demonstrou indignação com a ação extremista na mesquita Iman Sadiq, na cidade do Kuwait.

O secretário-geral disse ao Emir que estava “horrorizado” com o fato de pessoas inocentes servirem de alvo no local de de culto, especialmente durante o mês do Ramadã.

Justificativa

Segundo Ban, “não há justificativa para tais atos”. Ele pediu ainda que o xeque transmitisse suas condolências às famílias das vítimas e o desejo de rápida recuperação aos feridos.

Na conversa com o presidente da Tunísia, o chefe da ONU expressou solidariedade e disse que as Nações Unidas estão prontas para ajudar o governo no combate ao terrorismo.

O Conselho de Segurança também condenou os ataques no Kuwait, na Tunísia e na França, que deixaram pelo menos 62 mortos e dezenas de feridos.

Leia Mais:

Nações Unidas condenam ataques terroristas na França, Tunísia e Kuwait

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031