Ban afirma que Unrwa ainda existe por causa de "fracasso político"

Ouvir /

Secretário-geral fez a declaração em cerminônia que marcou os 65 anos da agência; ele afirmou que a Unrwa "nunca foi concebida para durar tanto".

Ban Ki-moon cumprimenta Pierre Krähenbühl, comissário-geral da Unrwa. Foto: ONU/Rick Bajornas

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.*

Uma cerimônia na sede da ONU, em Nova York, nesta terça-feira marca os 65 anos da Agência da ONU de Assistência a Refugiados Palestinos, Unrwa.

Falando no evento, o secretário-geral mencionou sua última visita a Gaza e fez uma homenagem aos 30 mil funcionários da agência, a maioria deles refugiados palestinos.

Fracasso Político

Ban Ki-moon afirmou que a Unrwa "nunca foi concebida para durar tanto tempo e que existe por causa do fracasso político".

Ao mesmo tempo, ele disse que "o fracasso político não deve levar ao fracasso humanitário e moral. Ban afirmou que é preciso continuar a fornecer todo o apoio humanitário e diplomático aos refugiados palestinos.

O chefe da ONU destacou ações da agência e disse que a educação fornecida pela Unrwa enfatiza os valores das Nações Unidas e direitos humanos, e promove a cultura do aprendizado e resiliência.

Desemprego

Ele disse que estudos mostraram que alunos da Unrwa na Cisjordânia, em Gaza e na Jordânia aprendem mais e têm notas mais altas que estudantes de escolas públicas.

No entanto, Ban afirmou que a transição da educação ao trabalho permanece um enorme desafio para os jovens refugiados palestinos.

O chefe da ONU disse que Gaza tem o maior desemprego do mundo e que mais de 60% dos jovens estão desempregados. O índice é ainda mais alto entre mulheres.

Ban afirmou que em Gaza, como em qualquer outro lugar do mundo, "desemprego significa desesperança" e é preciso fazer mais para lidar com esse desafio.

Conflito

O secretário-geral falou sobre o conflito do ano passado em Gaza e também sobre a guerra na Síria, mencionando os civis presos em Yarmouk.

Ele disse que em um momento de agitação na região, a Unrwa continua sendo um fator vital de estabilização.

Ban repetiu seu pedido aos líderes israelenses, palestinos e todas partes com influência que "retomem negociações significativas sem demora e ponham fim a ações unilaterais que minem a confiança".

O chefe da ONU disse que a comunidade de refugiados palestinos precisa da solidariedade mundial e que não se pode abandoná-los.

*Apresentação: Michelle Alves de Lima.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031