Subsecretária-geral da ONU saúda início da pausa humanitária no Iêmen

Ouvir /

Segundo Valérie Amos, trégua "deve permitir que agências humanitárias e seus parceiros intensifiquem entrega de assistência vital a quem precisa"; na pausa humanitária, ONU pede que auxílio não seja politizado.

Fumaça se alastra pelo céu da capital do Iêmen após uma série de ataques (12 de maio). Foto: Irin/Almigdad Mojalli

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

A subsecretária-geral da ONU para Assistência Humanitária saudou a pausa humanitária no Iêmen, que começou esta terça-feira.

Segundo Valérie Amos, a trégua "deve permitir que agências humanitárias e seus parceiros intensifiquem a entrega de assistência essencial a quem precisa". Ela pediu a todos os envolvidos no conflito que respeitem esta "pausa vital".

Neutralidade

Amos disse que a pausa nos combates vai permitir a entrega de alimentos, suprimentos médicos e artigos essenciais aos civis incluindo as pessoas isoladas nas zonas de conflito.

A subsecretária-geral pediu que a assistência humanitária ao Iêmen seja encaminhada através de canais já existentes da ONU e organizações humanitárias internacionais, "dado o papel das Nações Unidas de coordenar atividades de ajuda de emergência de forma imparcial e neutra".

Ela afirmou ser "essencial que a assistência humanitária não seja politizada".

Desde o início do conflito no Iêmen, em março, mais de 1,4 mil pessoas morreram e aproximadamente 6 mil ficaram feridas. Cerca de metade eram civis.

Processo Político

O enviado especial do secretário-geral para o Iêmen está no país. Além de apoiar as ações das agências humanitárias da ONU, a primeira visita de Ismail Ould Cheikh Ahmed ao Iêmen, após assumir o cargo, também pretende garantir que a trégua crie a atmosfera apropriada para relançar o processo político.

O enviado deve realizar consultas amplas com representantes políticos, da sociedade civil, dos jovens e de mulheres para estudar formas de retomar as conversações políticas o mais rápido possível.

Nesta terça-feira, os integrantes do Conselho de Segurança pediram ao secretário-geral que convoque uma conferência envolvendo todas as partes iemenitas que culmine numa solução política consensual para a crise.

A nota realça que o diálogo político inclusivo deve ser liderado pelos iemenitas. O outro pedido é que todos os lados envolvidos participem nas conversações realizadas sob a égide da ONU, sem pré-condições e de boa-fé.

*Apresentação: Laura Gelbert.

Leia Mais:

Unesco vê mais auxilio e preservação de sítios culturais com trégua no Iémen

ONU pronta para entregar ajuda no Iêmen

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031