ONU quer fazer chegar alimentos a mais iemenitas após abranger 33 mil

Ouvir /

Desde o início da pausa humanitária, médicos viajaram para áreas afetadas pelos confrontos; navio com mais combustível atracou no país; OIM retirou mais de 100 estrangeiros para o Sudão.

Ocha confirmou que vai alargar a distribuição alimentar no Iémen. Foto: Unicef

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Escritório da ONU para Assistência Humanitária, Ocha, confirmou que vai alargar a distribuição alimentar no Iémen após terem sido abrangidas mais de 33 mil pessoas desde o início da pausa humanitária de cinco dias.

O escritório disse que não houve relatados de ataques aéreos após a trégua  que vigora desde as 23 horas de terça-feira, tempo local. A exceção foram confrontos armados logo após a hora do início da pausa, ocorridos no sul.

Médicos

As atividades devem expandir nos próximos dias depois do reabastecimento, colocação de stocks e ações de resposta realizados no primeiro dia em que pararam os combates. As ações humanitárias envolveram viagens de equipas médicas móveis para áreas afetadas como Amran, Hajjah e Hudaydah.

O Ocha anunciou ainda que  um navio a transportar mais 120 mil litros de combustível atracou na noite de quarta-feira em Hudaydah. No fim de semana, o porto da cidade recebeu dois navios com 420 mil litros de combustível para as operações humanitárias.

O Ocha informou que 50 parceiros humanitários partilham o carregamento para apoiar as operações de auxílio.

Parceiros

A embarcação deve seguir ainda esta semana para Áden, no sul, com combustível e outros suprimentos. Os parceiros do Ocha precisam de cerca de 5 milhões de litros por mês para as operações humanitárias no Iémen.

No país, as redes de telecomunicações continuam a enfrentar “sérios problemas”. O Ocha diz haver dificuldades de efetuar 70% das chamadas telefónicas. Os  problemas são mais graves na segunda maior cidade, Áden, e em Sa’ada, onde as comunicações “são quase impossíveis”.

Estrangeiros

Entretanto, a Organização Internacional para Migrações, OIM, disse que retomou os voos que transportam estrangeiros da capital iemenita Sanaa para Cartum, no Sudão. Cerca de 115 estrangeiros  e 32 iemenitas embarcaram na quarta-feira.

Uma equipa humanitária internacional também foi transportada para o Iémen, após ter sido retirada para a Jordânia durante os combates.

Leia Mais:

Unesco vê mais auxilio e preservação de sítios culturais com trégua no Iémen

Subsecretária-geral da ONU saúda início da pausa humanitária no Iêmen

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031