ONU preocupada com conflitos tribais que desalojaram 120 mil em Darfur

Ouvir /

Comunidades Ma’alia e Reizeigat envolvidas nos confrontos que afetam dois vilarejos do leste da área sudanesa; autoridades criaram zona de segurança entre os povoados.

População deslocada no Darfur. Foto: Unamid/Albert González Farran (arquivo)

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O coordenador humanitário interino das Nações Unidas no Sudão, Geert Cappalaere, manifestou a sua profunda preocupação com relatos de confrontos inter-tribais nas imediações de dois vilarejos de Darfur Ocidental.

Em áreas próximas dos povoados de Abu Karinka e Adila, aumentaram os confrontos entre membros das etnias Ma’alia e Reizeigat. A ONU estima que mais de 120 mil civis foram deslocados desde agosto passado.

Zona de Segurança

O governo sudanês enviou tropas ao local, que criaram uma zona de segurança entre as duas comunidades como parte dos esforços para deter as tensões.

Cappalaere disse que nas áreas há muitos cidadãos comuns, na sua maioria mulheres e crianças, que “tentam apenas viver em paz”. O responsável realçou que estas não devem carregar o fardo do conflito recorrente.

Para tal, lembrou às partes do conflito da obrigação de proteger civis e permitir o livre acesso à ajuda humanitária. O representante também pediu moderação para evitar uma nova escalada de confrontos. Cappalaere expressou o apoio da ONU aos esforços de mediação para resolver as causas do conflito por meios pacíficos.

Diálogo

A Missão da ONU e da União Africana em Darfur, Unamid, também encorajou os líderes e membros das duas tribos a manter um “diálogo significativo” para resolver os desentendimentos e atos que levariam à violência e aos deslocamentos.

O apelo do Unamid é que o governo intensifique os seus esforços para evitar uma potencial erupção do conflito.

Ao expressar preocupação com a recente escalada de tensões, a missão afirmou que continua a proteger civis afetados, a facilitar e a apoiar todos os esforços do Governo do Sudão, da administração local e de outros envolvidos. O objetivo é acalmar a tensão e atingir a reconciliação entre os Ma’alia os Rezeigat.

Leia Mais:

Missão da ONU no Sudão do Sul recebeu mais de 500 deslocados internos

Deslocados contam com linha direta para questões humanitárias em Darfur

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031