ONU continua consultas sobre Síria em reuniões em Genebra

Ouvir /

Enviado especial das Nações Unidas se reuniu esta segunda-feira com delegação da Frente Popular Síria para Mudança e Liberação; Staffan de Mistura manteve encontros com representantes da China, Catar e da Liga Árabe.

Enviado especial para a Síria, Staffan de Mistura. Foto: ONU/Jean-Marc Ferré

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A ONU continuou esta segunda-feira com o processo de consultas em Genebra sobre a crise na Síria.

O enviado especial das Nações Unidas para o país, Staffan de Mistura, se reuniu com vários interlocutores nacionais e internacionais.

Situação

O primeiro encontro foi com uma delegação da Frente Popular Síria para Mudança e Liberação, liderada por Qadri Jameel. Eles conversaram sobre várias formas de se resolver o conflito na Síria.

De Mistura e Jameel discutiram ainda a piora da situação no país e por toda a região.

Logo depois, o representante da ONU recebeu uma delegação da China, chefiada por Li Junhua, que é o diretor-geral para Organizações Internacionais e Conferências do Ministério das Relações Exteriores chinês.

Eles conversaram sobre os esforços contínuos da comunidade internacional para ajudar os sírios a acabarem com o conflito através de meios políticos, como também o papel da ONU e do Conselho de Segurança nesse processo.

Agenda

Ainda na agenda, eles falaram sobre a importância de se aplicar as lições aprendidas na solução da crise síria onde conflitos terminarão, inevitavelmente, através de uma solução política.

De Mistura discutiu questões similares com a delegação do Catar, representada pelos embaixadores Salim bin Mubarak Al-Shafi e Faisal Abdullah Al-Henzab.

Eles debateram os esforços regionais para se alcançar uma solução política, a piora da situação no país e a dinâmica regional com a crise.

O secretário-geral da Liga dos Países Árabes, Nabil Elaraby, falou sobre a importância do representante da ONU envolver os países e as organizações da área em esforços construtivos para pôr um fim ao conflito na Síria.

Redobrar Ações

Os dois líderes conversam sobre a necessidade de se redobrar as ações nacionais e internacionais para acabar com o "banho de sangue" no país.

Depois das reuniões, de Mistura reafirmou o compromisso do secretário-geral, Ban Ki-moon de fazer todo o esforço possível para apoiar os sírios em seu desejo de paz e mudança.

Ele afirmou que as potências regionais e internacionais podem fazer muito mais para acabar com a crise na Síria.

Leia Mais:

Enviado da ONU para Síria na expectativa de ouvir as forças da oposição

ONU: opinião da sociedade civil é importante para resolver crise na Síria

Arábia Saudita e Kofi Annan consultados sobre processo sírio em Genebra

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031