OMS diz que meta agora é criar estratégia única para combater epidemias

Ouvir /

Diretora-geral da agência fez a declaração no Fórum de Pesquisa e Desenvolvimento realizado em Genebra; Margaret Chan afirmou que coordenação é elemento essencial em emergências.

Diretora-geral da Organização Mundial da Saúde, Margaret Chan. Foto OMS

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A diretora-geral da Organização Mundial da Saúde, Margaret Chan, afirmou que a meta da OMS agora é criar uma estratégia de pesquisa e desenvolvimento com as lições aprendidas com o ebola. A iniciativa poderá ser usada para combater qualquer outra epidemia.

Chan fez a declaração esta segunda-feira, durante o Fórum de Pesquisa e Desenvolvimento realizado em Genebra.

Esforços

Segundo ela, os esforços do setor no combate ao ebola mobilizaram pessoas, instituições e recursos de uma forma jamais vista.

A diretora da OMS afirmou que esse foi um dado positivo em meio a uma terrível calamidade humana.

Chan explicou que novas medidas e estratégias foram desenvolvidas numa rapidez sem precedentes.

Ela lembrou que a OMS declarou a Libéria livre do ebola no sábado e que isso representa uma conquista monumental contra o pior surto da doença desde seu surgimento em 1976.

Doença Rara

A chefe da OMS disse que antes do início desta epidemia, o ebola era considerado uma doença rara. Muitas das informações relacionadas à doença e ao vírus causador não eram completamente compreendidas.

Chan explicou que o trabalho de pesquisa e desenvolvimento aumentou o conhecimento sobre o ebola. Ela avisou que o mundo está bem perto de uma vacina contra a doença.

A diretora-geral afirmou que já existem quatro testes para um rápido diagnóstico e para detectar a infecção. Além disso, os trabalhadores de saúde têm mais informações sobre quais os tipos de terapias podem ou não funcionar.

Chan declarou que, no caso de uma emergência, a coordenação é o primeiro elemento essencial no processo de combate. Em segundo estão a rapidez e a transparência no compartilhamento de informações.

A diretora-geral da OMS afirmou que graças ao trabalho das equipes de pesquisa e desenvolvimento, o mundo está muito mais preparado para responder a um novo surto de ebola.

Leia Mais:

OMS fala sobre possibilidade do ébola ser transmitido por vias sexuais

OMS declara Libéria livre de novas transmissões do vírus ebola

Entrevista: Celso Amorim

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031